Sem restrição, Cade libera aquisição de ativos em nuvem da Verizon pela IBM

Cloud

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta segunda-feira (22/5) a compra pela IBM dos ativos da Verizon relacionados aos serviços de infraestrutura em nuvem. A confirmação foi dada por meio de despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU). De acordo com o Conselho, a operação não apresenta “preocupações de cunho concorrencial”.

O órgão complementou que a participação combinada das empresas no mercado de serviços de infraestrutura em nuvem é inferior a 20%. A operação ajudaria, ainda, tanto a IBM, permitindo que a empresa complemente seu portfólio de soluções em nuvem e internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) quanto a Verizon, que se desfazendo desses ativos poderá investir em outras linhas de negócios.

Esse parece ser mais um reforço da IBM em sua estratégia de englobar todos os aspectos da nuvem em suas soluções para se destacar da concorrência. Em março, durante o IBM InterConnect, a empresa já havia dado informações sobre os grandes investimentos que quer fazer na área. “Ninguém tem a amplitude de portfólio e integração vertical da IBM”, chegou a afirmar Francisco Romero, diretor de operações da subsidiária da IBM Softlayer.

A operação de compra dos ativos da Verizon pela IBM ainda será julgada por autoridades responsáveis da Áustria e dos Estados Unidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor