Google deixa de “xeretar” e-mails de usuários para usar em publicidade segmentada

e-MarketingPublicidade

O Google anunciou que está abandonando uma prática há tempos julgada como imprópria e alvo de reclamações de usuários: o escaneamento de e-mails do Gmail em busca de temas para serem aplicados em publicidade segmentada.

A prática já era algo que não acontecia em e-mails pagos por usuários corporativos, e agora será também aplicada a usuários que utilizam o serviço gratuitamente. Dessa forma, a companhia pretende criar uma política de uso mais homogênea para o Gmail- que possui, hoje, 1.2 bilhão de usuários.

As mudanças serão aplicadas até o final deste ano, segundo a gigante de Mountain View, mas ela continuará a escanear mensagens com outro propósito – o de buscar por spam ou ameaçar de phishing, bem como manterá sugestões de respostas.

A empresa também afirma que irá continuar a fornecer publicidade dentro do Gmail, mas irá usar informações de outros serviços como YouTube.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor