Brasil tem mais de 400 startups capacitadas em SaaS; 50% delas estão em São Paulo

NegóciosNuvemProjetosSoftwareStartup

O Brasil possui mais de 400 startups especializadas em software como serviço (SaaS), sendo que quase 50% delas estão baseadas em São Paulo. Em seguida, aparece Santa Catarina, com um ritmo acelerado de crescimento, e Minas Gerais, em terceiro lugar, segundo dados de estudo realizado pela Capgemini.

A primeira edição do estudo “Brazil SaaS Landscape Research”, feito em parceria com a SaaSholic, Rock Contente, Signal Hill e Redpoint eVentures, contou com 597 entrevistas em maio para mapear o mercado de SaaS no Brasil. Praticamente metade dos participantes (49%) eram CEOs de startups SaaS.

O que mais chama atenção na pesquisa é o fato de mais de 71% das startups SaaS no Brasil serem criadas e mantidas por investimentos próprios. A pesquisa mostra que daquelas que escolheram buscar por capital, somente 10% levantaram mais que R$ 10 milhões — cerca de US$ 3 milhões.

O estudo também constatou um grande interesse de empresas de capital de risco por empresas SaaS. Fundos como Redpoint, Monashees+ e Ebricks estão apostando alto no mercado de software como serviço. Isso porque as empresas brasileiras estão cada vez mais abertas à adoção de soluções de TI no modelo de SaaS, hoje o mais utilizado para entregar serviços pela nuvem — 92% das empresas já adotam pelo menos uma solução SaaS, ainda de acordo com o relatório.

O relatório indica também que, aparentemente, as startups SaaS brasileiras abraçaram o inside sales como seu principal canal de distribuição, sendo usado por 52% das empresas. Vendas de campo (42%) e vendas self-service (37%) seguem como os canais mais utilizados no Brasil

“Antigamente no Brasil, você precisava visitar seus clientes e conhecê-los pessoalmente. Agora, você pode fazer todo o processo online e seus clientes estão felizes com isso”, afirma Rafael Faria, gerente de Inside Sales da Rock Content, uma das empresas locais referência em SaaS.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor