Empresa israelense fornecerá tecnologia para satélite geoestacionário

ProjetosRedes

A companhia israelense Gilat Satellite Networks anunciou nesta quarta-feira (26) acordo com a Telebras no valor de US$ 11,4 milhões para oferecer serviços de comunicação e tecnologia para o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) do Brasil.

Em órbita desde 4 de maio, o SGDC possibilita “acesso à conexão em banda larga a todos os locais do país”, além de usos para inteligência militar e governamental, segundo o governo federal. A capacidade de operação do satélite é de 18 anos.

As operações do SGCD foram iniciadas em 5 de julho e, desde então, a operação e o monitoramento do satélite estão sob responsabilidade da Força Aérea Brasileira (FAB), que vai trabalhar em conjunto com o Exército e a Marinha.

O projeto é uma parceria entre os ministérios da Defesa e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e já envolveu investimentos de R$ 2,7 bilhões.

*Com informações da Reuters.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor