Microsoft confirma demissões na área de vendas e marketing

EmpregoGestão

A Microsoft confirmou nesta quinta-feira, 06/07, que vai realizar cortes na sua divisão de vendas e marketing, como parte de uma reestruturação da empresa. De acordo com o The New York Times, entre 3 mil e 4 mil funcionários serão afetados, atingindo menos de 10% da equipe global de vendas da companhia.

Segundo a publicação, o número de demissões ainda é incerto porque boa parte das demissões serão realizadas fora dos Estados Unidos, em países onde acordos sindicais e leis trabalhistas podem influir nos planos da empresa.

Em um comunicado global, um porta-voz da companhia declarou que “A Microsoft está implementando mudanças para melhor atender nossos clientes e parceiros. Estamos tomando medidas para informar alguns funcionários de cargos que estão em avaliação ou posições que serão eliminadas. Como todas as empresas, revisamos nossos negócios regularmente. Isso pode resultar em aumento de investimentos em alguns locais e, de tempos em tempos, redistribuição em outros.”

Na terça-feira, 04/07, os trabalhadores da empresa que serão afetados foram notificados, por e-mail, das mudanças – além dos demitidos, haverá também um contingente de funcionários que serão remanejados para novas funções.

Segundo escreveu Judson Althoff, vice-presidente executivo da Microsoft, as mudanças na área de vendas e marketing “nos permitirão alinhar os recursos adequados para o cliente certo, no momento certo”. No e-mail, Althoff ainda definiu seis áreas prioritárias para a Microsoft: indústrias, serviços financeiros, varejo, saúde, educação e governos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor