Prefeitura de SP e ZTE se unem na implementação de salas de aula inteligentes

Inovação

A Prefeitura de São Paulo e a chinesa ZTE firmaram nesta quinta-feira (27) um acordo para a implementação de toda a estrutura, montagem e manutenção de duas salas de aula inteligentes em escolas públicas de São Paulo.

Pelo acordo, a ZTE fará a instalação do equipamento e serviços de manutenção de duas salas de aula inteligentes (smart class), que serão direcionadas às Secretarias de Educação e de Tecnologia e Inovação, a fim de promover o uso das mais modernas ferramentas de ensino até o fim de 2020.

Serão implementados em cada sala projetores, câmeras, sensores, microfones, sistema de áudio e vídeo, servidores e scanner visualizador de papéis com o intuito de tornar o ensino mais dinâmico, interativo e inovador.  

Com essa estrutura, os professores terão à sua disposição lousas eletrônicas, gravação das aulas, scanner para projetar conteúdo direto de livros e papéis, câmeras que reconhecem ações dos alunos, entre outras facilidades. O conteúdo exibido nas smart class pode ser disponibilizado tanto para outras salas inteligentes como outras equipadas com projetores e sistema de som, ou para computadores conectados à internet.

“As salas de aula inteligentes já são realidade em muitos países, trazendo novas formas de aprendizado por meio da interatividade, conectividade e inovação. Estamos muito felizes em poder proporcionar essa experiência aos alunos de escolas públicas de São Paulo”, diz Fabio Fernandes, diretor de negócios da ZTE do Brasil.

O contrato de comodato foi assinado durante visita à sede da empresa em Shenzen, na China, pelo prefeito João Dória Jr. e o CEO da ZTE do Brasil, Fu Yu.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor