Palo Alto apresenta novo serviço de logging baseado em nuvem

CloudSegurança

Novo serviço  Logging Service oferece infraestrutura de logging de alto desempenho com escalonamento e foi projetado para machine learning e analytics avançado. O lançamento permite  reunir grandes quantidades de dados, correlacionar possíveis ameaças e prevenir ataques.

Os produtos de cibersegurança estão gerando enormes quantidades de dados valiosos sob a forma de logs, que podem ser usados para ameaças evasivas de superfície. O Logging Service fornece uma infraestrutura de registro centralizada e escalável sem sobrecarga operacional, permitindo que os clientes coletem dados de log sem limitações locais de computação e armazenamento.

O serviço baseado na nuvem fornece um depósito central para logs context-rich gerados pela Palo Alto Networks Next-Generation Platform. OLogging Service simplifica a aquisição, implantação e gerenciamento contínuo de armazenamento e infraestrutura de computação para eventos, tráfego e logs de segurança, eliminando a complexidade do planejamento e a capacidade de log de operação.

Além do mais, oferece um modelo flexível que permite que as organizações se tornem mais sensíveis às mudanças nas necessidades de registro devido a circunstâncias comerciais imprevistas ou novos requisitos de compliance.

O futuro Palo Alto Networks Application Framework permitirá aos clientes consumir e implementar rapidamente uma variedade de aplicativos de segurança inovadores baseados em nuvem, acessar e utilizar dados de log centralizados no Logging Service. Esta nova funcionalidade irá ampliar os recursos da Palo Alto Networks Next-Generation Security Platform sem a necessidade de infraestrutura adicional.

“Como base para o próximo Palo Alto Networks Application Framework, o Logging Service entrega escalonamento e funcionalidades avançadas para empresas de qualquer porte. Esta nova oferta reduz significativamente a complexidade do gerenciamento de logs, permitindo que os clientes façam melhores correlações, respondam e evitem que os ataques cibernéticos sejam bem-sucedidos”, afirma Lee Klarich, CPO da Palo Alto Networks.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor