Claro demonstra Gigabit LTE em São Paulo e anuncia ampliação da rede 4,5G

4GMobilidadeOperadorasRedes

A  primeira desmonstração do gênero a ser realizada no Brasil vai abrir caminhos para o 5G. A operadora anunciou ainda a chegada do 4,5G a mais 10 cidades brasileiras até a final do ano, entre elas São Paulo e o Rio de Janeiro.

A Claro, em conjunto com a Ericsson e a Qualcomm Technologies, está demonstrando com exclusividade e pioneirismo o Gigabit LTE, uma evolução da rede LTE. Operando na rede de São Paulo, foram atingidas velocidades próximas a 1Gbps.

A tecnologia combina o uso de espectro não-licenciado na faixa de 5GHz, atualmente utilizado por redes Wi-Fi, junto com espectro licenciado para 4G através do recurso carrier aggregation (agregação de portadoras de frequência) para aumentar a capacidade da rede e velocidade de downloads. Além disso, as funcionalidades de MIMO 4×4 e 256QAM, disponíveis na rede 4.5G, também são necessárias para atingir estas velocidades.

No teste, foram realizadas transmissões de arquivos entre um servidor hospedado na rede da Claro e um terminal protótipo, compatível com a configuração. É uma das primeiras demonstrações da tecnologia no mundo, destacando a capacidade de inovação da operadora brasileira

“Esta demonstração permite antecipar o futuro da conectividade móvel e a evolução que teremos nos próximos anos. Além de todos os novos recursos da rede 4.5G em implantação pela Claro no Brasil, estamos somando os recursos de espectro licenciado pela Claro e também ativando LTE em espectro não licenciado, em frequência utilizada para redes Wi-Fi. Como demonstrado, a tecnologia permite atingir, com a rede móvel de última geração que temos, velocidades próximas a 1 Gbps em um terminal móvel. Isso garantirá acesso quase imediato a recursos e aplicações na nuvem, aplicações avançadas de realidade virtual e realidade aumentada e até mesmo trocas instantâneas de arquivos de dados, fotos e vídeos, cada vez com maior definição” disse Paulo César Teixeira, CEO da Claro.

Para a demonstração, foram utilizados rádios com a tecnologia Licensed Assisted Access (LAA) disponibilizada pelo portfólio de small cells da Ericsson Radio System (Radio 2205), e um terminal de testes móvel da Qualcomm Technologies, equipado com a plataforma Snapdragon 835 com o modem X16 LTE e conectada ao núcleo da rede de dados de alta capacidade da Ericsson, Evolved Packe Core. Toda esta tecnologia combinada com as demais funcionalidades já lançadas no 4.5G pela Claro (MIMO 4×4, 256 QAM e Carrier Aggregation), é conhecida como Gigabit LTE.

Além disso, a Claro anunciou a ampliação da tecnologia 4,5G, da qual é pioneira no Brasil, em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Vitória (ES), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Salvador (BA), São Luís (MA) e Campinas (SP), até o final do ano. O 4.5G, que já está disponível em Brasília, será implantado gradativamente nestas praças, totalizando 11 cidades ainda em 2017. A operaddora reforça, assim, sua estratégia de investir em qualidade de rede.

“A Claro está fortemente voltada a entregar a melhor experiência de serviços ao consumidor brasileiro e para isso tem um plano robusto de investimento para modernização e expansão de sua rede no país”, indicou o CEO da Claro. 

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor