Daniela Fontolan é a nova diretora de Alianças e Canais do SAS América Latina

EmpresasGestãoNegócios

Executiva tem como objetivo levar à região as melhores práticas do trabalho desenvolvido com os parceiros nos últimos dois anos no Brasil.  Em 2016,  a área de Alianças e Canais do País obteve o melhor resultado em nível global, representando 23% das vendas totais da subsidiária.

A executiva chegou ao SAS em novembro de 2015 com a missão de desenvolver e expandir o programa de canais da empresa no Brasil e, em janeiro deste ano, assumiu os países do Cone Sul (Chile, Peru e Argentina) com o objetivo de levar as melhores práticas para essas regiões.

“O SAS tem uma característica de trabalho com parceiros, no qual eles são envolvidos no ciclo de vendas, mas não como revendedores. No Brasil, fizemos uma mudança em 2016, desenvolvendo o canal como revendedor, e que foi muito bem-sucedida. A ideia agora é replicar esse modelo nos outros mercados, com os ajustes necessários para cada região, e assim garantir ao SAS uma maior cobertura em toda a América Latina”, explica a executiva.

O programa na América Latina conta com, aproximadamente, 130 parceiros de acordo com Daniela Fontolan que é formada e pós-graduada em Marketing pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Com vasta experiência no setor de TI, a executiva já passou por empresas como a  CA, Microsoft, SAP e Oracle, acumulando mais de 20 anos no mercado de canais.

“Vamos atuar junto àqueles que melhor trabalham com nossas soluções, além de fazermos o recrutamento de canais que nos ajudem a cobrir indústrias como varejo, agronegócios e bens de consumo, onde há grande potencial de negócios para 2018”, diz a diretora. Além disso, o setor público também segue no radar do SAS.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor