Futurecom 2017: Temer abre evento e aponta que Brasil continua competitivo

EmpresasInovaçãoNegócios

O maior evento de Tecnologias da Informação e Comunicação da América Latina inaugurou ontem (2) à noite, num evento que contou com a presença do presidente Michel Temer, do ministro da fazenda, Henrique Meirelles, e do ministro da ciência, tecnologia, inovação e comunicações, Gilberto Kassab.

Michel Temer, afirmou, que os avanços tecnológicos devem ser voltadas para a questão social e estarem a serviço da cidadania, mas também que é preciso garantir que chegam a todas as pessoas.

“Então a tecnologia, esta ideia, deve estar a serviço da cidadania. No mundo de hoje, a tecnologia é instrumento de participação nos debates públicos e até na participação política”, disse Temer. Os avanços tecnológicos possuem “uma função social extraordinária”, acrescentou.

Para o Presidente da República, o Brasil está integrado na economia digital e nessa matéria é muito competitivo. 

Gilberto Kassab, ressaltou que o governo do Brasil manteve os investimentos para a execução do satélite geoestacionário, da ordem de R$ 1 bilhão. Ele ainda reforçou que a expansão do sinal digital de televisão, com o desligamento do analógico, que já atinge mais de 40 milhões de pessoas, reduz desigualdades.

“Isso traz dois benefícios importantes. O acesso, em especial para a população menos privilegiada, a uma imagem que qualquer brasileiro tem em sua televisão, com o ganho do conversor gratuitamente, faz que todos tenham acesso ao que há de melhor em termos de imagem”, referiu o ministro.

O Futurecom, que esse ano terá como foco a Internet das Coisas (IoT), foi o palco escolhido para o lançamento do Plano Nacional de IoT, que irá revelar as diretrizes para a IoT no Brasil. O evento de lançamento acontece hoje, dia 3 às 9h00 no Transamerica Expo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor