São Paulo Negócios e IBM impulsionam startups para desenvolver soluções de saúde

CloudNegóciosStartup

A Prefeitura de São Paulo e a tecnológica anunciaram um acordo que visa desenvolver soluções tecnológicas inovadoras para o setor de saúde na cidade durante os próximos 3 anos. O programa “100% saúde” dará suporte a startups, com créditos equivalentes a US$ 1000 por mês para o uso de aplicações de serviços na plataforma IBM Cloud.

A iniciativa “100% saúde”, assim nomeada no ano do centenário da empresa no Brasil, poderá apoiar até 300 startups selecionadas com o equivalente a US$ 1000 por mês por um período de um ano para o uso de aplicações de serviço na plataforma IBM Cloud. O total de créditos fornecidos pela empresa nos próximos três anos pode representar mais de R$ 12 milhões.

O apoio da IBM fará  parte do Global Entrepreneur Program (GEP), programa global de empreendedorismo da companhia, e pode incluir, também, auxilio de técnicos, profissionais de consultoria e licenciamento de acordo com os critérios do GEP.

“A IBM celebra o seu centenário no Brasil este ano com uma história de contribuições para o progresso da nossa sociedade. Este projeto une a experiência global da empresa com nossas capacidades inovadoras locais para uma necessidade pública da cidade e seus cidadãos. Esperamos que os resultados deste programa impulsionem novas mudanças e progressos no nosso ecossistema de saúde e permaneça como um legado para a cidade de São Paulo e nossas futuras gerações”, afirmou Marcelo Porto, presidente da IBM Brasil.

A SP Negócios e a empresa também poderão vir a definir em conjunto atividades para estimular o uso da tecnologia, desenvolvimento de aplicações, protótipos e ideias que possam trazer um impacto positivo na área da saúde.

“Esta é uma iniciativa pioneira e inovadora que tem como objetivo encorajar o empreendedorismo e, ao mesmo tempo, melhorar o serviço à população”, diz o Secretário Municipal de Saúde, Wilson Pollara.

Os interessados em participar dessa primeira etapa devem enviar um e-mail para SP Negócios, até o dia 31 de outubro. Para se candidatar, as startups devem atender aos requisitos e aderir ao programa GEP, devem ser devidamente constituídas, no pleno exercício de suas atividades e ter receitas anuais que não excedam R$ 3,6 milhões.

A instituição paulista ligada à Secretaria Municipal da Fazenda, que visa promover investimentos, negócios e exportações para a cidade de São Paulo, será responsável por selecionar as startups candidatas a participarem do programa.

“A importância desta parceria com a IBM é que temos a oportunidade de criar um programa piloto que possa ser replicado por outras prefeituras no Brasil”, explicou Juan Quirós, presidente da SP Negócios.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor