Sophos lança firewall com avanço na visibilidade da rede

FirewallSegurança

O Sophos XG Firewall é uma solução que oferece uma identificação completa do tráfego de aplicativos desconhecidos usando informações diretamente do ponto final e pode identificar, classificar e permitir o controle automático de aplicações web personalizadas, evasivas e genéricas.

O controle do aplicativo sincronizado associará automaticamente aplicações descobertas com categorias apropriadas, sempre que seja possível e os administradores poderão atribuir aplicativos desconhecidos a categorias que os bloquearão ou priorizarão conforme desejado. O relatório de aplicações interativas fornece uma visão aprofundada das atividades diárias do tráfego.

O Sophos XG Firewall está disponível para implantação na modalidade on premise e na nuvem, em todas as principais plataformas de virtualização, assim como no ambiente da Microsoft Azure.

Ambos Sophos Endpoint Protection e a próxima geração da solução anti-ransomware Intercept X, fornecerão ao Firewall XG com os dados de segurança sincronizada necessários para esse novo nível de identificação de tráfego.

O Sophos Intercept X pode ser instalado na borda (ponta/usuário) ao lado de qualquer proteção existente, adicionando segurança contra ameaças de próxima geração em qualquer ambiente tradicional. 

Além disso, a Sophos introduziu novos hardwares da série XG que fornecem um sistema modular para integração com uma ampla variedade de conectividade integrada e módulos de portas FleXi. 

“Em pesquisas recentes, os profissionais de TI admitiram que cerca de 60% do tráfego de rede é desconhecido e os riscos de segurança associados a esse tópico estão no top da sua lista de preocupações”, comentou Dan Schiappa, vice-presidente sênior e gerente geral de Enduser e Network Security Groups na Sophos.

“Como o ponto final sabe exatamente quais aplicativos estão sendo executados, ele pode compartilhar esses dados com o firewall através do Sophos Security Heartbeat. O controle de aplicações sincronizadas melhorou a visibilidade e aumentou a capacidade dos administradores de TI de gerenciar o tráfego de rede de forma proativa. Esta nova tecnologia muda o jogo para o profissional de TI que já não está preparado para aceitar as brechas e os pontos cegos que as soluções de borda (para usuários) criaram em seus ambientes”, completa o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor