75% das empresas brasileiras já apostam em APIs nos processos internos

EmpresasNegócios

Pesquisa “O Estado das APIs” da Sensedia mostra que mercado brasileiro atingiu nível de maturidade na adoção das Application Programing Platforms e que nos últimos dois anos, seu uso está crescendo entre as grandes e médias empresas.

O estudo, em que participaram 145 empresas, mostrou o impacto das aplicações em negócios digitais de empresas de diferentes segmentos em que 75% enxergam as APIs como uma maneira de integrar e agilizar processos internos. 70% usam as mesmas para expandir sua proposta de valor, 55% usam para criar um ecossistema de parceiros50% para fomentar a inovação. No entanto, apenas 65% dessas organizações usam APIs para entregar boas experiências, de forma ágil, aos clientes internos e externos, por meio de aplicações.

Outra conclusão é que 30% das grandes empresas não precisam fazer nenhum esforço para fomentar o consumo das APIs, e nas médias, o número sobe para 45%. No universo das grandes, 51% têm Dev Portal, um portal que fornece aos desenvolvedores dados das empresas, sem precisar fazer esforço de comunicação, e 15% fazem Hackathons e workshops para fomentar o uso e comunicar a falta de maturidade nos programas de parceiros ou em uso interno.

Realizada em parceria com o IDG Network Brasileiros, a pesquisa aponta que o uso de APIs em empresas grandes e médias têm crescido muito, 50% adotaram a tecnologia há, pelo menos, dois anos. E, o levantamento mostra que 80% dessas empresas aumentaram a quantidade de APIs em produção do ano passado até agora.

No segmento de grandes e médias, 87% possuem de 1 a 20 aplicações consumindo APIs, o que segundo é uma prova de que a estratégia de parceiros conectados é limitada aos mais próximos. O estudo também destaca que o desenvolvimento de aplicações ainda leva um tempo, e apenas 10% dessas empresas conseguem lançar uma API em poucos dias.

A segurança é um fator mais relevante para as grandes e médias empresas. Assim, 85% consideram a questão essencial para as suas estratégias de APIs, seguido da escalabilidade das integrações (57%).

Para as grandes empresas há outros três fatores importantes: governança (43%), monitoração (50%) e insights para os negócios (42%). Entre as médias, esses itens também são importantes, mas em menor patamar. A governança e monitoração representam 26%, cada, enquanto os insights para os negócios, 22%.

“O estudo evidencia que a adoção das APIs pelas empresas brasileiras está bem dividida. Embora usem para acelerar suas estratégias de transformação digital, isso é feito por meio de integrações, parceiros, para conectar empresas de fora, e por meio de APIs abertas, que as empresas usam quando pretendem se posicionar como plataforma”, explica Kleber Bacili, CEO da Sensedia.

A pesquisa completa pode ser baixada aqui.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor