PepsiCo inaugura centro de P&D no Brasil

EmpresasInovaçãoNegócios

A companhia anuncia a abertura de seu primeiro centro de pesquisa e desenvolvimento especializado em alimentos elaborados com ingredientes originários da América do Sul. Localizado em Sorocaba (SP), a nova unidade corresponde a um investimento de US$ 25 milhões.

O Centro de R&D de Sorocaba suporta os objetivos da PepsiCo de tornar os alimentos e bebidas mais nutritivos, o sistema alimentar mais sustentável e as comunidades mais prósperas. Além disso permitirá o desenvolvimento de produtos que celebrem a biodiversidade da região.

O complexo de 4.500 metros quadrados foi construído do zero, com apoio da Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade) e iniciou testes em janeiro. O edifício possui um laboratório sensorial, cozinhas experimentais, um laboratório analítico multicategoria, uma planta piloto de Snacks e Nutrição, laboratórios de prototipagem para Snacks/Lácteos/Bebidas e um laboratório de empacotamento de classe mundial. O Centro emprega 79 cientistas de nutrição, engenharia de alimentos e outras áreas de especialização.

“O investimento para construir um dos centros globais de P&D da PepsiCo no Brasil mostra a importância do país para a empresa. Este centro tornará nossa operação brasileira ainda mais importante para a região e aumenta o perfil e potencial do Brasil no desenvolvimento e inovação global da companhia”, explicou João Campos, CEO da PepsiCo no Brasil.

“O Brasil está exclusivamente posicionado para ser um centro de desenvolvimento de produtos para a PepsiCo, não só para o Brasil ou a América Latina, mas globalmente”, diz Carmela Rivero, vice-presidente de P&D Global para América Latina.

O Centro de R&D de Sorocaba é o mais novo centro de R&D da PepsiCo e o 9º a ser designado como centro de excelência global de inovação. A América Latina possui ainda um outro desses centros, em Monterrey, no México, que se concentra nas tecnologias de cozimento.

A área de P&D  desenvolve, também, novas tecnologias de embalagens que atendam aos padrões cada vez mais exigentes de sustentabilidade ambiental e do consumidor. Toda a inteligência de P&D também aproveita a escala global para gerar descoberta de produtos por meio da criação culinária e tecnologia de processo que irá distinguir os produtos da PepsiCo no mercado brasileiro e em todo o mundo. Além da diversidade de produtos, o novo centro também apresentará tecnologias capazes de processar agrafos locais e métodos de cozimento mais saudáveis. 

No Brasil, a PepsiCo é um dos maiores consumidores de agro, comprando cerca de 192 mil toneladas de bens alimentares. Quanto ao uso consciente da biodiversidade da América do Sul, a empresa refere que acredita que haverá um benefício não só para a empresa e os consumidores, mas também para os agricultores que estão investindo na plantação de alimentos locais.

A companhia já tem programas destinados a incentivar a agricultura, como o Programa Agro, que oferece intercâmbios de tecnologia, treinamento e consultoria sobre gestão sustentável para parceiros. O Centro de R&D de Sorocaba vai contribuir também para essas parcerias.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor