Siemens apresenta inovações voltadas a Indústria 4.0

Inovação

A empresa anunciou suas novidades para a Indústria 4.0 durante o SPS IPC Drives 2017, considerado um dos principais eventos do setor, que termina hoje em Nuremberg, na Alemanha.  Entre as novas soluções destaque para o versão 15 do TIA, o Simotics IQ e a versão 3.0 do MindSphere.

A Siemens aproveitou a presença no evento para mostrar como digitalização já está ajudando empresas de pequeno e médio porte a melhorar sua posição competitiva e suas inovações voltadas a Indústria 4.0. O portfólio Digital Enterprise da empresa compreende soluções de digital twin (gêmeo digital) em toda a cadeia de valor, o sistema operacional para Internet das Coisas aberto na nuvem, MindSphere, e o portfólio de automação.

O novo MindSphere Versão 3.0, agora disponível pela primeira vez no Amazon Web Services (AWS), combina a escalabilidade global do portfólio líder de automação da Siemens com os serviços na nuvem líderes da AWS. A nova versão possui um ambiente de desenvolvimento mais eficiente com APIs (Application Programming Interface) abertas, análises avançadas e conectividade ampliada, permitindo o desenvolvimento mais rápido de soluções industriais robustas de IoT.

Outra novidade é a Versão 15 do TIA Portal (Portal de Automação Totalmente Integrado), que apresenta novas funções práticas de digitalização para reduzir os tempos de engenharia, incluindo a integração das funções de manuseio e a conexão e programação de robôs.

Já com o Simotics IQ, a empresa criou um conceito de IoT para motores, que permite a transferência de dados, como os parâmetros operacionais e de status de motores de baixa tensão, para o MindSphere. Com base nesses dados, o MindApp do Simotics IQ fornece resultados analíticos e informações úteis, como ações recomendadas para o planejamento adequado dos trabalhos de manutenção, ou alertas de resposta rápida para evitar paralisações dispendiosas da fábrica. A transparência obtida desta forma ajuda a aumentar a eficiência e a produtividade. A nova geração de motores SD Simotics será a primeira a se beneficiar com o Simotics IQ.

Estudo aponta aumento de até 9,8% na produtividade anual com a digitalização

As empresas de manufatura do mundo todo enfrentam o desafio de financiar a transformação digital, em alguns casos envolvendo investimentos significativos. Os enormes ganhos de produtividade obtidos com a digitalização são descritos em um novo estudo intitulado The Digitalization Productivity Bonus: Sector Insights (em tradução livre: “O bônus da produtividade resultante da digitalização: percepções do setor”) da Siemens Financial Services (SFS). De acordo com o estudo, os fabricantes podem gerar um aumento anual de produtividade com a redução dos custos de manufatura, totalizando até 9,8% da receita total. Isso é obtido com a automação e digitação dos sistemas de produção, consequentemente, melhorando a produtividade da manufatura.

A Siemens oferece assim serviços de financiamento, como os modelos de pagamento por uso desenvolvidos para simplificar a implementação de soluções digitais, voltadas principalmente para empresas de médio porte. O esquema Financing 4.0 da SFS possibilita modelos de pagamento por uso personalizados e o financiamento de soluções de software que permitem às empresas fazer a transição no longo prazo para a nova geração de tecnologias digitais.

“O portfólio de Digital Enterprise criou as condições técnicas voltadas a Indústria 4.0. Para garantir a implementação bem-sucedida neste segmento, precisamos agora de um modelo ampliado para parcerias colaborativas baseadas no respeito mútuo: as corporações de grande porte fornecem plataformas e componentes, as empresas de médio porte desenvolvem suas próprias soluções e modelos de negócios nesta base e os clientes finais integram tudo isso à sua cadeia de valor digital”, explicou Klaus Helmrich, membro do Conselho de Administração da Siemens AG no SPS IPC Drives.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor