Web Summit: Garry Kasparov fala de aprendizado de máquina e segurança

Segurança

Garry Kasparov e Ondřej Vlček da Avast falaram de Machine Learning aplicado à segurança. O antigo campeão de xadrez russo começou por dizer que é uma das poucas pessoas que já defrontou uma máquina e que a “inteligência artificial (IA) traz perigos e oportunidades.” Alías o executivo considera que devemos antes falar em “inteligência aumentada (augmented intelligence).”

A segurança é um dos temas importantes do momento, muito em virtude dos recentes e abrangentes ciberataques que afetaram paises em todos o mundo. A sofisticação cada vez maior das ameaças coloca desafios às empresas e cidadões e a Avast quer ajudar aos seus utilizadores a estarem protegidos.

O embaixador da Avast indicou que desde que foi derrotado pleo Deep Blue que sabe que “o futuro não é o Homem a combater as máquinas” mas sim “uma colaboração.”

As tecnologias de Machine Learning trazem as soluções de segurança várias vantagens como maior rapidez, precisão e escalabilidade. “Ainda estamos a raspar a superficie das capacidade da IA” mas o “Machine Learning mudou o jogo totalmente” indicou Ondřej Vlček, EVP & GM Consumer & CTO da Avast.

A tecnologia pode ajudar a construir melhores ferramentas mas o sucesso da IA e o Machine Learning aplicado à cibersegurança funciona dado “poder computacional disponível” e “asos dados.”

Segundo o CTO, “segurança é sobretudo Big Data” e é necessário ter-se acesso a muita informação e sempre à mais recente. É ai que a Avast está especialmente bem posicionada pois tem cerca de 400 milhões utilizadores e esses dados podem ser utilizados para que as máquinas aprendam e tornem as soluções de cibersegurança mais eficientes.

 A empresa de cibersegurança construíu a maior cloud de segurança do mundo que usa sensores de segurança dos utilizadorespara detetar ameaças no endpoint e analisá-las em tempo real.

O problema é  a IA também está a ser usada por cibercriminosos e isso faz que os ataques e as ameaças criadas sejam cada vez mais dificeis de detetar e bloquear, referiu Ondřej Vlček.

O responsável disse que a companhia bloqueia 3,5 bilhões de tags todos os dias, o que demosntra o nível de ameaças a que todos estamos sujeitos.

“A tecnologia pode ser usada para o bem ou para o mal” disse o Grandmaster de xadrez e Security Ambassdor da Avast. Há um problema de segurança e privacidade e não podemos querer os “benefícios mas não gostamos das vulnerabilidades”, acrescentou.

O poder das ferramentas de Machine Learning na segurança está aí e temos de usar as suas potencialidades para oferecer uma melhor proteção dos dados eda  informação dos cidadãos e das empresas, avançou Garry Kasparov

Os executivos fecharam a sua apresentaçãono palco Binate.io com frase “a única solução para os problemas causados pela tecnologia de hoje é a tecnologia de amanhã”.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor