Softwares da Questor agiliza processo de adaptação das empresas ao eSocial

EmpresasNegóciosSoftware

Softwares da Questor têm como objectivo facilitar a adoção do novo modelo do Governo Federal em centenas de empresas beneficiando milhares de usuários. Segurança, redução de erros, precisão cadastral, maior qualidade das informações e agilidade para cumprimento de prazos são os principais desafios superados com a tecnologia.

O objetivo do eSocial de simplificar e informatizar as informações hoje dispersas em diferentes meios e plataformas, fundamental na modernização da fiscalização e transparência trabalhista no Brasil, exige das empresas, neste primeiro momento de implantação, elevados esforços de adequação em seus processos. Nesse cenário, a Questor, vem desenvolvendo projetos customizados dedicados a apoiar as empresas nesse momento crucial de transformação organizacional para adaptação ao novo modelo do governo.

De acordo com uma recente pesquisa da Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas), somente 4,4% dizem estar prontas para a operação do novo sistema. O levantamento revelou que 42,9% das companhias ainda não iniciaram a implantação, enquanto o restante está começando a se adaptar agora (29,1%), ou em fase intermediária (23,7%). O principal desafio, segundo o relatório, é conseguir mudar a cultura organizacional e repensar os processos.

 A Rui Cadete Consultores, sediada em Natal (RN), contou com o Sistema Operacional Questor para realizar a unificação e qualificação de seus cadastros. O projeto, iniciado em Agosto e concluído em Setembro, contemplou o mapeamento de todas as ocorrências previstas na Lei, planejamento de execução destas com prazos e responsáveis, treinamento da equipe de atendimento e aos seus clientes. Desta forma, a Rui Cadete conseguiu adequar toda a carteira de clientes a estarem qualificados ao eSocial. “O projeto nos possibilitou uma regularização cadastral com o Fisco trabalhista e previdenciário e maior organização das rotinas internas da empresa. Desenvolvemos uma ferramenta de levantamento de indicadores e diagnóstico dos clientes perante as obrigatoriedades. A Questor tem nos apoiado desde 2011, com todos os módulos necessários para atender com eficiência nossas demandas”, ressalta Ethel Cristina Maia Mesquita, Diretora Administrativo Financeiro da Rui Cadete.

Já a Soma Contabilidade e Auditoria, empresa catarinense, utilizou a tecnologia Questor para sanar os problemas cadastrais na adequação ao eSocial. O processo de implementação levou cerca de cinco meses, de agosto a dezembro, e priorizou a qualificação interna do sistema, auditorias, além da unificação dos cadastros gerais. “A Questor nos forneceu treinamentos, tutoriais e auxílio integral no suporte da ferramenta. Desta forma, foi possível antecipar o processo sem a pressão dos prazos, transparecendo maior segurança aos nossos clientes e melhorando a qualidade da informação” explica Eugênio Vicenzi, da Soma.

Fernando Abrantes, Diretor de Tecnologia da ORCOSE – Organização Contábil Serafim, explica que o objetivo principal do projeto era preparar todos os clientes para o eSocial de forma antecipada. “Primeiramente focamos na parte cadastral visto a exigência bem detalhada de informações que este projeto possui. Com o auxilio do sistema da Questor conseguimos apontar as falhas cadastrais de forma dinâmica para então levantar as informações com os clientes”, diz Abrantes. O processo iniciado em Junho, que promoveu a qualidade no atendimento ao cliente, já está com 70% dos trabalhos concluídos. “Trata-se de uma mudança total na maneira de executar os trabalhos, no qual o cliente passa a ser parte integrante do início até ao fim do processo. Por isso precisávamos de uma tecnologia capaz de atender todo o aspecto legal pertinente aos setores contábil, fiscal e folha de pagamento. Os sistemas da Questor, por meio de sua equipe, têm atendido com excelência todas as demandas atuais”, completa Abrantes.