Epson apresenta impressoras para o ‘varejo do futuro’ na Autocom

EscritórioImpressoras

A Epson apresentará na 20ª Autocom, que acontece entre os dias 3 e 5 de abril, em São Paulo, suas principais novidades para o mercado de varejo.

A Epson, líder mundial em imagem digital, projeção e impressão, apresentará na 20ª Autocom – principal evento de automação comercial da América Latina–, que acontece entre os dias 3 e 5 de abril, em São Paulo, suas principais novidades para o mercado de varejo.

O principal destaque da empresa é o lançamento da TM-T88V com 4 anos de garantia, que inclui a cobertura da cabeça de Impressão e guilhotina. Voltada para o varejo, logística, estacionamento e mais diversos tipos de estabelecimentos, a impressora já está disponível no mercado com sua velocidade de impressão e alta confiabilidade.

A Epson apresentará também diferentes soluções de automação. Dentre elas está a chamada “Papa Filas”, que inclui a TM-P80, uma impressora que trabalha com um coletor de dados portátil que escaneia os códigos de barra dos produtos escolhidos pelo cliente e imprime um QR Code.

No caixa, não é necessário passar item por item, apenas apresentar o código que já somou toda a compra e fazer o pagamento. Essa é uma solução que visa diminuir o tempo de atendimento no caixa e, consequentemente, as filas.

Já os empreendimentos que estão dando os primeiros passos poderão contar com a Epson TM- T20i. Pensada para pequenas lojas e até mesmo alguns estacionamentos, é uma caixa registradora não-fiscal que realiza as funções de checkout em apenas um aparelho. É simples e compacta, e pode funcionar apenas com um teclado simples com display de LCD de duas linhas. Depois de expandido, o negócio pode continuar usando a impressora, que pode funcionar como um standard conectado a um computador, em seus pontos menores. No entanto, ainda está em fase de finalização e não está disponível no Brasil.

Para o varejo farmacêutico, a novidade é a Epson TM-L90 Plus. Sua solução é voltada para receituários de medicamentos controlados. O equipamento imprime uma etiqueta com todos os dados do paciente, que já registra seu cadastro e diminui o tempo de atendimento. Isso dispensa o trabalho de backoffice, modelo antigo que usa um carimbo e preenchimento manual, e precisa ser digitado para envio para a ANVISA todas as vezes que o paciente apresenta uma receita.