Google tem prazo estendido para defesa contra acusações antitruste na Europa

GestãoLegislação
Google Campus 3  nv

A companhia sediada em Mountain View, no estado da Califórnia (EUA), recebeu seis semanas adicionais para responder a acusações antitruste da União Europeia.

O conteúdo das acusações incluem abuso de seu poder de mercado em uma dúzia de países da UE, para mitigar a ação de concorrentes no mercado de buscas e outros serviços online, de acordo com informações das autoridades do continente.

“Pedimos tempo adicional à Comissão Europeia para analisar os documentos que eles nos forneceram. A Comissão estendeu nosso prazo de resposta para 17 de agosto”, disse o porta-voz do Google, Al Verney.

A companhia anteriormente tinha prazo até dia 7 do próximo mês para responder, segundo fontes ouvidas pela agência Reuters e pela BBC. A companhia e a autoridade de competição da UE não forneceram oficialmente o primeiro prazo, nem quando esgota a nova adição concedida à gigante.