Archives

aplicativo2 (1)

Aplicativo auxilia fiscalização de obras em Belo Horizonte

A Secretaria de Serviços Urbanos de Belo Horizonte agora tem suas obras fiscalizadas por um aplicativo (app) móvel para o gerenciamento das atividades. O app Sistema Integrado de Fiscalização foi desenvolvido pela Algar Tech, multinacional brasileira que integra soluções de TIC e BPO para a Prodabel, empresa de informática e informação de Belo Horizonte.

prefeitura-do-rio

TIM e Prefeitura do Rio selam parceria em Big Data e conceito smart cities

“Já utilizamos nosso Big Data há algum tempo para estreitar ainda mais o relacionamento com nossos clientes e aumentar a eficiência operacional. Agora queremos desenvolver soluções inovadoras a partir da nossa inteligência que colaborem para a gestão dos nossos parceiros, inclusive na iniciativa pública, beneficiando não só os usuários da TIM, mas também os demais

Zona Azul

Zona Azul com pagamento digital tem início hoje (11) em SP

A partir de hoje (11) o pagamento da Zona Azul passa a ser realizado por meio digital. Os motoristas poderão adquirir créditos para estacionar nas vagas do sistema de estacionamento rotativo por meio de aplicativos de celular. A medida foi autorizado por decreto publicado na sexta-feira (8), no Diário Oficial, pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

prefeitura-niteroi

Prefeitura de Niterói investe R$ 5 milhões em Inteligência Geográfica

A Prefeitura Municipal de Niterói (RJ) anuncia o investimento de R$ 5 milhões, por meio de um convênio firmado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), na plataforma de sistema de informações geográficas ArcGIS da Esri, companhia global de GIS, para implantação do Sistema de Gestão de Geoinformação (SIGEO).

Fachada_TRT-15

TRT da 15ª Região totaliza 1 milhão de processos eletrônicos em trâmite

É uma marca histórica que, segundo o órgão, indica consolidação da cultura digital no Regional Trabalhista. Principal projeto da Justiça do Trabalho brasileira nos últimos tempos, o Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT) elimina completamente a utilização do papel no processo judicial e representa um marco divisório na história do Poder Judiciário no País.