ALE chega aos três anos com desempenho positivo

CloudEmpresas

Após o anúncio de reposicionamento no mercado das TICs, em 2014, a ALE, que atua sob a marca Alcatel-Lucent Enterprise, iniciou uma nova jornada de aprimoramento das linhas de produtos e relacionamento com os Parceiros de Negócios. No Brasil, apesar do momento de crise político-econômica, a ALE anunciou ter conseguiu atingir todos os objetivos propostos

Após o anúncio de reposicionamento no mercado das TICs, em 2014, a ALE, que atua sob a marca Alcatel-Lucent Enterprise, iniciou uma nova jornada de aprimoramento das linhas de produtos e relacionamento com os Parceiros de Negócios. No Brasil, apesar do momento de crise político-econômica, a ALE anunciou ter conseguiu atingir todos os objetivos propostos pela direção. Definir verticais de mercado para buscar o crescimento desejado foi uma das metas mais ousadas da companhia. Os setores como hotelaria, saúde, governo, educação e transporte foram apontados como promissores para o desenvolvimento de aplicações no conceito da transformação digital.

Um dos primeiros projetos da ALE para atingir seus objetivos foi consolidar parcerias e buscar novos canais com boa capacidade técnica e comercial para ampliar a abrangência no território nacional. O mesmo objetivo foi determinado aos outros países da América Latina. Com essa Nessa estratégia, o foco está em poder oferecer todas as aplicações de communication na nuvem, com soluções voltadas a perfil de usuário e não a departamentos.

O modelo de negócios de prestação de serviços em nuvem é outra meta, já que se mostra muito mais viável economicamente e oferece flexibilidade significativa na entrega sob demanda. As comunicações unificadas se tornaram mais acessíveis com a solução OpenTouch Enterprise Cloud, já que as empresas podem escolher entre instalação de equipamento em sua sede ou o modelo “As a Service”. No Brasil, os Parceiros de Negócios identificados com essa qualificação foram 3Corp e Lettel, além de outros parceiros capacitados no Peru, na Colômbia e no Uruguai. Com isso, os parceiros evoluíram da condição de “box moving” para prestadores de serviços.

O conceito de transformação digital para simplificar a TI e torná-la um recurso voltado a melhorar os resultados das organizações, além dos serviços em nuvem, fez com que a ALE investisse mais em desenvolvimento de aplicações. O lançamento da plataforma de colaboração Rainbow foi um marco nesse momento. A conquista do projeto do governo do estado de Santa Catarina é o resultado mais expoente. O governo assumiu a plataforma Rainbow como ferramenta de comunicação entre suas secretarias, conectando 40 mil funcionários que já podem trocar mensagens de texto, áudio e vídeo; compartilhar arquivos; criar grupos por área de atuação; e receber comunicados oficiais do governo. A previsão do governo é de estender o serviço a 90 mil funcionários.