Apple começa a guardar dados do iCloud na China

CloudData CenterData Storage

A partir do final deste mês, a Apple vai começar a armazenar as contas do iCloud dos seus clientes na China num data center no país.

A partir do final deste mês, a Apple vai começar a armazenar as contas do iCloud dos seus clientes na China num data center no país. Desse modo, a tecnológica de Cupertino vai de encontro às leis locais.

Por outro lado, o facto de as contas ficarem totalmente armazenadas na China levanta o receio de que as autoridades tenham acesso facilitado às mensagens de texto, email e outros dados que estejam armazenados na cloud pelos cidadãos chineses.

Isto acontece porque, até agora, as chaves criptográficas necessárias para desbloquear uma conta estavam armazenadas nos Estados Unidos, o que significa que qualquer governo ou autoridade que procurava ter acesso a uma conta iCloud chinesa tinha de passar primeiro pelo sistema jurídico norte-americano.

Agora, de acordo com a Apple, pela primeira vez, a empresa irá armazenar as chaves das contas iCloud chinesas na China. Isto significa que as autoridades chinesas não terão que utilizar os tribunais dos EUA para recolher informações dos usuários do iCloud. Em vez disso, podem usar o seu próprio sistema judicial para solicitar à Apple que entregue dados do iCloud sobre utilizadores chineses.

Os ativistas dos direitos humanos temem que as autoridades possam utilizar este poder para seguir dissidentes, citando casos com mais de uma década onde a Yahoo entregou os dados de usuários que levaram à prisão dois defensores da democracia.

Numa declaração, a Apple afirmou que tinha de cumprir com as leis chinesas introduzidas recentemente que exigem que os serviços de cloud oferecidos aos cidadãos chineses sejam operados por empresas chinesas e que os dados sejam armazenados na China.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor