Criptomoeda venezuelana terá recebido US$ 735 milhões

FinançasNegócios

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou que o país recebeu US$ 735 milhões no primeiro dia de pré-venda da criptomoeda venezuelana Petro.

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou que o país recebeu US$ 735 milhões no primeiro dia de pré-venda da criptomoeda venezuelana Petro. O objetivo desta criptomoeda é tirar o país de um colapso econômico.

Maduro espera que o Petro permita que o país saia das sanções dos Estados Unidos, já que a moeda bolivar continua a cair e a registar baixas, lutando com a hiperinflação e uma economia em colapso.

Os especialistas em blockchain advertiram que o Petro provavelmente não atrairá investimentos significativos. Os líderes da oposição na Venezuela disseram que a venda constitui uma emissão de dívida ilegal que contorna a legislatura da oposição da maioria da Venezuela. Por seu lado, o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos advertiu que o Petro pode violar as sanções aplicadas no ano passado.

O presidente venezuelano não deu detalhes sobre os investidores iniciais e não há nenhuma evidência que comprove o número apresentado. Maduro acrescentou, no entanto, que o turismo, algumas vendas de gasolina e algumas transações de petróleo poderiam ser feitas em Petro.

O site oficial da criptomoeda foi publicado esta semana com um guia para configurar uma carteira virtual. O Petro ficará público no próximo mês.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor