Qualcomm reelege o conselho de administração

EmpresasNegócios

A Qualcomm reelegeu seu conselho de administração com fraco apoio dos acionistas, que criticaram a fabricante contra uma oferta da Broadcom.

A Qualcomm reelegeu seu conselho de administração na última sexta-feira, com fraco apoio dos acionistas, que criticaram a fabricante norte-americana após sua defesa bem-sucedida contra uma oferta hostil de 117 bilhões de dólares da Broadcom.

A Qualcomm está sob pressão para defender sua decisão de levar a proposta da Broadcom a um painel de segurança nacional dos EUA para análise. Isso resultou no presidente dos EUA, Donald Trump, bloqueando o acordo no início deste mês devido à preocupação de que a aquisição colocaria os EUA de volta à corrida contra a China para desenvolver a tecnologia sem fio 5G.

A reeleição dos diretores da Qualcomm não ficou em dúvida na sexta-feira, uma vez que Trump ordenou que a Broadcom deixasse seu desafio à diretoria da Qualcomm e retirasse seus indicados. No entanto, o apoio do investidor aos diretores da Qualcomm recebidos foi menor do que na maioria dos casos em que os diretores concorrem à eleição sem oposição.

Alguns dos diretores foram eleitos com mais de 50% dos votos. O restante, incluindo o presidente-executivo da Qualcomm, Steve Mollenkopf, recebeu apoio na faixa de 40% a 50%, segundo fontes familiarizadas com os resultados preliminares do voto dos acionistas.

“Qualquer coisa abaixo de 80% a 90% dos votos é meio questionável, 40% é muito questionável. (Trump) criou algum espaço para respirar para a Qualcomm. Com sorte, eles vão usá-lo com sabedoria e melhorar tanto a diretoria quanto a empresa”, disse Kevin McManus, vice-presidente e diretor de serviços de proxy da Egan-Jones Proxy Services.

Antes da reunião de sexta-feira, a Institutional Shareholder Services Inc, uma empresa de consultoria acionária, instou os investidores a apresentarem votos de protesto aos indicados do conselho de administração da Broadcom, mesmo que eles não fossem contabilizados de acordo com as regras da empresa.