Spotify faz pedido para IPO

EmpresasFinançasNegócios

Todo o mundo esperava e agora aconteceu. O Spotify pediu para entrar na bolsa de Nova Iorque através da listagem direta das suas ações.

Todo o mundo esperava e agora aconteceu. O Spotify pediu para entrar na bolsa de Nova Iorque através da listagem direta das suas ações.

A listagem direta das ações do Spotify irá fazer com que a empresa compartilhe as ações existentes que são detidas por seus investidores e funcionários, sem aumentar o capital ou contratar um banco para subscrever a oferta.

Para já, a empresa ainda não especificou o preço das suas ações ou por quanto estará a pensar listar. O serviço de streaming está avaliado em cerca de US$ 19 bilhões, de acordo com cálculos da Reuters.

O Spotify foi lançado em 2008 e está disponível em mais de 60 países; é a maior empresa de transmissão de música do mundo e tem como principais rivais a Amazon e a Apple.

Em 2017, o serviço teve uma receita de 4,09 mil milhões de euros, indicou a empresa no pedido para entrar na bolsa norte-americana. A sua perda operacional foi de 378 milhões de euros em 2017, um aumento em relação a 2016, onde registou perdas de 349 milhões de euros.

O Spotify afirma que tem 71 milhões de subscritores premium e 159 milhões de utilizadores mensais, em média. A Apple Music, lançada em 2015, tem 36 milhões de utilizadores pagantes e a Amazon Music Unlimited 16 milhões de subscritores. A subscrição premium do Spotify custa 9,99 dólares por mês.

Read also :

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor