Avast aprimora Secure Browser para controlar privacidade e segurança

Segurança

Uma nova pesquisa da Avast revelou que 65% dos consumidores acreditam que os modos de navegação privado são capazes de anonimizar a identidade do usuário.

Uma nova pesquisa da Avast revelou que 65% dos consumidores acreditam erroneamente que os modos de navegação privado e incógnito oferecidos pelos atuais navegadores são capazes de anonimizar a identidade do usuário e ocultar do governo, organizações e anunciantes os seus hábitos na internet. Além disso, 77% dos entrevistados têm expectativas equivocadas de que o navegador poderia alertá-los sobre possíveis ameaças na internet, como mineração de criptomoedas e extensões. Baseado nessas descobertas, recentemente a Avast aprimorou e renomeou o Avast Secure Browser, que oferece proteção avançada às pessoas contra ciberataques via navegadores. A solução assegura a privacidade do usuário a partir de uma vigilância online em massa e que vai além do navegador, incluindo sites que o consumidor usa.

Novos resultados da pesquisa da Avast, que entrevistou mais de 10 mil consumidores no mundo todo, identificaram sérias preocupações de que as estruturas de extensões dos navegadores mais populares sejam uma ameaça à privacidade e à segurança, embora adotadas em larga escala pelos usuários. Apesar de quase dois terços (64%) dos entrevistados admitirem que utilizam extensões de navegadores de terceiros, apenas 21% os consideram confiáveis. Quando questionados se os navegadores existentes deveriam ter recursos para identificar melhor adwares e malwares ocultos em extensões maliciosas, quase todos (96%) dos entrevistados disseram que sim. As extensões maliciosas são uma ameaça crescente à medida que os cibercriminosos personificam marcas conhecidas ou reproduzem recursos populares para exibir anúncios, sequestrar dados de pesquisas e roubar informações pessoais. O Avast Secure Browser identifica de forma ativa add-ons, links e conteúdos inseguros que podem conter malware.

“Os consumidores que usam ferramentas, como as de Navegação Privada e Modo Incógnito, estão sendo levados a uma falsa sensação de segurança, já que elas oferecem apenas opções limitadas de privacidade e nenhuma proteção real contra ameaças à segurança ou à privacidade”, disse Matt Adkisson, Diretor de Produtos para Plataformas da Avast. “Nunca foi oferecido aos consumidores um navegador que forneça uma proteção tão avançada, tanto para navegação na internet quanto para privacidade online, projetada por um especialista em cibersegurança. Somos uma empresa líder em segurança e redesenhamos o Avast Secure Browser para oferecer uma experiência online segura e privada aos usuários. Não se trata apenas de uma escolha simples e segura relativa à consciência individual privada, mas também é substancialmente mais ágil* do que outros navegadores disponíveis atualmente no mercado”.

Em contraste com a privacidade limitada fornecida pelos navegadores existentes, o Avast Secure Browser provê uma ampla gama de configurações que podem ser personalizadas pelo usuário, incluindo o recurso Anti-Rastreamento, o Modo Banco, o Modo Oculto e uma integração à VPN. O Avast Secure Browser também protege os usuários contra terceiros, que monitoram ou armazenam o histórico de navegação ou inserem cookies de rastreamento e utilizam dados privados para a criação de perfis de usuário indesejados.

As pessoas também podem estar certas que o Avast Secure Browser irá protegê-las contra aplicativos maliciosos, que rastreiam suas atividades online ou utilizam seus PCs para minerar criptomoedas sem que tenham conhecimento ou permissão. Hoje, com o surgimento do cryptojacking, isto é importante. Embora 81% dos consumidores entrevistados ​​não soubessem o que era, 94% deles expressaram preocupações quando a questão foi explicada.

Baseado na plataforma bem sucedida de código aberto Chromium, o Avast Secure Browser foi projetado com um Centro de Privacidade e Segurança próprio que consolida a experiência e tecnologia da Avast, para tornar a proteção de dados pessoais e identidades online dos usuários uma tarefa fácil. Dentre os principais recursos estão: o Anti-Rastreamento, para impedir que os sites acompanhem os usuários na navegação online; o Modo Banco, para não permitir que cibercriminosos vejam o que os usuários digitam; o Anti-Reconhecimento, para disfarçar as pegadas exclusivas do navegador; o Adblock, para aumentar a velocidade de navegação e proteger contra anúncios maliciosos; o Guarda Extensão para bloquear add-ons ou plugins indesejados; e o WebShield, para escanear URLs e prevenir contra domínios inseguros com malware e phishing.

Read also :