Claro é destaque no 5G & LTE Latin America

Mobilidade

A Claro foi reconhecida nas categorias “Melhor Implementação de 4.5G”, “Melhor Uso do 4G” e “Melhor aplicação/serviço de IoT”.

A Claro foi reconhecida nas categorias “Melhor Implementação de 4.5G”, “Melhor Uso do 4G” e “Melhor aplicação/serviço de IoT” durante o evento anual 5G & LTE Latin America, que se encerrou ontem no Rio de Janeiro e reuniu os principais fornecedores e operadores da indústria.

A demonstração do Gigabit LTE realizada pela primeira vez no Brasil pela Claro, no ano passado, foi contemplada na categoria “Uso do 4G”, que avaliava as novidades e evoluções dos serviços na rede 4G. Os critérios nesta premiação incluem o melhor uso da rede LTE, com melhoria significativa para os clientes finais. A tecnologia Gigabit LTE combina o uso de espectro não-licenciado na faixa de 5GHz, atualmente utilizado por redes Wi-Fi, com espectro licenciado para 4G da Claro, por meio do recurso carrier aggregation (agregação de portadoras de frequência) de forma a aumentar a capacidade da rede e a velocidade de transmissão. Além disso, as funcionalidades de MIMO 4×4 e 256QAM, disponíveis na rede 4.5G, também são utilizadas para atingir velocidades superiores a 1 Gbps.

“Com a implantação inédita do 4.5G, nossa rede está passando por uma profunda transformação para melhorar ainda mais a performance, a cobertura e a qualidade de sinal. Também inovamos ao incluir aplicativos de música, vídeo e revistas digitais nos planos, aproveitando as velocidades cada vez maiores de conexão e a evolução dos smartphones. A Claro está acelerando sua captura de mercado em função de todas estas novidades, na rede e na proposta de valor que leva ao mercado”, avalia André Sarcinelli, diretor de engenharia e tecnologia da Claro.

Na categoria “Melhor aplicação/serviço de IoT”, a Claro Brasil foi premiada pela primeira aplicação NB-IoT (Narrow Band IoT) com medidor de energia inteligente. A aplicação foi a primeira a rodar em uma rede comercial no Brasil e na América Latina. Por meio da tecnologia NB-IoT, a solução coleta os dados de consumo de energia elétrica e possibilita o gerenciamento remoto do medidor, permitindo atividades como o corte e a re-ligação automática da eletricidade, por exemplo. Outro benefício da solução é a possibilidade de verificar perdas ou roubos de energia com mais facilidade, reduzindo os custos operacionais. A Embratel é responsável pelo desenvolvimento da aplicação e pela comercialização do serviço, que roda sobre a rede móvel da Claro.

“Estamos muito felizes com o reconhecimento do pioneirismo da Embratel e da Claro nas aplicações de Internet das Coisas. A conquista reforça, mais uma vez, nosso posicionamento de investir em novas verticais no segmento. Vemos um aumento crescente do uso do NB-IoT para conexão de dispositivos e sensores”, afirma Ney Acyr Rodrigues, Diretor Executivo de Negócios de IoT da Embratel. O executivo explica que o NB-IoT é uma evolução da tecnologia LTE desenvolvida para aplicações que demandam uma taxa menor de transferência de dados, como os medidores inteligentes, reduzindo o consumo de energia/bateria e promovendo alta escalabilidade.