Startup brasileira lança solução de inteligência artificial na Alemanha

InovaçãoNegóciosStartup

A startup brasileira Shelfpix está lançando na Alemanha a sua tecnologia para medição automática de execução por meio de inteligência artificial.

Com o objetivo de expandir suas operações para a Europa, a startup brasileira Shelfpix está lançando em Berlim, na Alemanha, a sua tecnologia para medição automática de execução de gôndola por meio de inteligência artificial. A empresa ficou entre as cinco primeiras colocadas no programa Startout Brasil, que será realizado na capital alemã entre os dias 13 e 18 de maio. O programa é realizado com o apoio do Governo Federal.

Através de um smartphone com aplicativo da Shelfpix, a indústria, como as marcas, captura as imagens das gôndolas, que são reconhecidos por fotos ou vídeos, e transfere as imagens para os servidores. Em seguida, todas as informações são processadas por avançados algoritmos da rede neural, que realiza milhares de operações em cada imagem, em questão de segundos, para identificar com precisão todos os indicadores mais importantes para o varejo.

No Brasil, a tecnologia da Shelfpix já está sendo implementada por grandes players da indústria de bens de consumo. A ideia é levar essa mesma solução para o continente europeu. “Os grandes fabricantes investem milhões em pesquisas de campo no varejo, que são realizados atualmente com muita ineficiência. Nossa proposta é apresentar uma pesquisa de alta qualidade e rápida, que possa auditar todo o investimento realizado no ponto de venda de forma assertiva, todos os dias. A competição pela exibição no ponto de venda é intensa e desafiadora, o processo de digitalização é mandatório para o sucesso”, afirma Hildo Rocha, Managing Director da Shelfpix.

Aplicando conhecimentos de redes neurais, visão computacional e robótica, a tecnologia da Shelfpix é capaz de prover informações completas de uma gôndola do varejo como: Identificação dos produtos, posicionamento dos produtos, qualidade de apresentação dos produtos, planogramas, sortimento, quebra de estoque, e espaços vazios. “Existe uma lei no Varejo que diz: ‘você compra o que você vê’. Estas são informações que geram milhões de dólares por ano em redução de custo e aumento de receita” ressalta o executivo.

Por meio de um smartphone com aplicativo da Shelfpix, a equipe de campo captura as imagens das gôndolas, que são reconhecidos por fotos ou vídeos, e transfere as imagens para os servidores. Em seguida, todas as informações são processadas por avançados algoritmos da rede neural, que realiza milhares de operações em cada imagem, em questão de segundos, para identificar com precisão todos os indicadores mais importantes para o varejo.

“Acreditamos em prover informação confiável e rápida para os gestores de Trade Marketing todos os dias. Por esse motivo, submetemos a nossa plataforma aos mais rigorosos processos de avaliação disponíveis atualmente. “Dessa forma, atingimos o reconhecimento que nos possibilitou participar deste importante processo de internacionalização apoiado pelos programas do Governo Brasileiro”, diz Rocha. “Estamos estruturados de acordo com as práticas globais de organizações exponenciais. A partir de agora, uma de nossas principais metas é escalar os negócios para um novo co-headquarter na Europa, onde encontram-se as principais sedes do mundo da indústria de bens de consumo”.

Read also :