Associação Brasileira de Automação valoriza os dados qualificados

Negócios

A Importância da qualidade de dados na cadeia de suprimentos e o padrão global de
identificação de itens comerciais tornam-se mais relevantes na era da transformação digital.

A qualidade dos dados trafegados pelos sistemas de automação de toda a cadeia de abastecimento é fator fundamental para minimizar o impacto das perdas no varejo supermercadista, que representaram R$ 6,4 bilhões na última “Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro de Supermercados”, da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Erros em inventários, em função de informações imprecisas, representam 15% desse valor das perdas. Durante a ABAD 2019 Atibaia – 39ª Convenção Anual do Canal Indireto, a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil mostra como alguns sistemas de informação melhoram a qualidade de cadastros de produtos, promovem a eficácia dos negócios e, principalmente, garantem a melhor experiência de compra ao consumidor final.

A importância do conhecimento pelo intercâmbio de informações e estudo de casos será outro tema de destaque da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil na ABAD 2019 Atibaia. A próxima Missão Técnica de Portugal, promovida pela entidade entre 2 e 9 de novembro deste ano, terá seu espaço no estande e será tema no relacionamento com os visitantes.

A missão participará do Web Summit Lisboa 2019, considerado o maior evento maior conferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo da Europa. Além disso, haverá visitas ao Centro de Inovação e Competitividade da GS1 Portugal, à Heineken-Sociedade Central Cervejas e Bebidas, à palestra COTEC – Indústria 4.0, ao Grupo Luis Simões, ao Mercado da Ribeira e ao El Corte Inglés para estudo de casos.

No painel da ABAD, “A transformação digital do atacado distribuidor”, no dia 24/04, às 11h, Ana Paula Maniero, gerente de Engajamento Setorial da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, vai expor a relevância dos dados para a inequívoca identificação de produtos e mostrar como o Serviço de Qualidade de Dados da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil segue normas globais. O serviço permite não apenas agilidade, mas também segurança entre parceiros comerciais e apresenta cinco características fundamentais: o cadastro é completo, consistente, acurado, atualizado e padronizado. Quem garante que essas regras sejam cumpridas é um time de especialistas certificados internacionalmente. A eles cabe avaliar e mensurar a consistência e padronização dos dados, verificando desde a autenticidade do código de barras padrão GS1 até à análise de dimensões de um produto.

No caso da análise de impressão de código de barras, que faz parte do Serviço de Qualidade de Dados, o processo de avaliação é feito em máquinas de alta tecnologia que seguem as normas ISO.

A correta impressão do código de barras, significa maior agilidade no checkout e mais eficácia em todo processo da cadeia logística, resultando na redução de filas, erros e atrasos.