Estudo Fujitsu destaca confiança para a tomada de decisão baseada em IA

Data Storage

A necessidade de confiança para alcançar o sucesso empresarial a longo prazo – sobretudo como pilar da tomada de decisões baseada em Inteligência Artificial (IA) – é destacada num novo estudo publicado hoje pela Fujitsu.

Este estudo conclui que as organizações têm maiores probabilidades de sucesso na sua transformação digital quando a sua abordagem inclui medidas para impulsionar a confiança.

Três em cada cinco líderes empresariais (63%) afirma que confiaria em decisões tomadas por uma IA se estivesse disponível informação substancial sobre o raciocínio usado para chegar a tais decisões, revela o Fujitsu Future Insights Global Digital Transformation Survey Report 2019, tendo por base opiniões de 900 CxOs e decisores de grandes e médias empresas em nove países (Alemanha, Austrália, China, Espanha, EUA, França, Japão, Reino Unido e Singapura). Além disso, dois terços (66%) estão inclinados a confiar em organizações que publiquem um código de ética que reja a utilização da IA.

Segundo David Gentle, diretor de estratégia da Fujitsu, “os líderes empresariais parecem já ter alcançado um nível de confiança surpreendentemente elevado no que toca à tomada de decisões baseada em IA. Isto é particularmente aplicável a áreas em que há menos impacto humano – onde seis em cada dez estão preparados para permitir que a IA tome decisões em caso de controlo de qualidade na manufactura, por exemplo, e 56% não têm problemas em que a IA faça julgamentos no desporto.”

Apesar da transformação digital estar concluída ou em curso em 87% das empresas inquiridas, o desafio da confiança continua a ser um problema – sobretudo no que toca à forma como as organizações tratam dos dados pessoais. Cerca de 72% dos CXO e decisores receiam que os seus dados pessoais possam ser explorados por organizações sem a sua autorização. Não obstante, 69% dos gestores considera aceitável fornecer dados pessoais a empresas que considerem ser dignas de confiança e 67% tem a mesma opinião em situações em que estes dados pessoais podem ajudar a melhorar produtos e serviços.

David Gentle acrescenta: “Há uma sensação generalizada e crescente de que a confiança está a decair na sociedade e nos negócios. Pensamos que reconstruir a confiança se tornou um elemento central para um futuro melhor. A Fujitsu sempre acreditou que a confiança está na base do seu sucesso empresarial e fornecemos um suporte robusto para que a confiança esteja subjacente aos negócios dos nossos clientes. Trabalhamos para ajudar a criar um futuro próspero em que as pessoas possam viver com tranquilidade e confiança nas tecnologias que o vão tornar possível. Esta é a visão da Fujitsu de uma Sociedade Inteligente Centrada no Ser HumHYPERLINK “https://www.fujitsu.com/global/vision/”ano.”

E prossegue: “As vantagens trazidas pela tecnologia digital parecem óbvias e omnipresentes. Todavia, a fiabilidade do controlo de dados pessoais e as decisões efectuadas por uma IA levantam algumas preocupações. Como este novo inquérito conduzido pela Fujitsu revela, as organizações têm de trabalhar bastante para serem dignas da confiança dos seus stakeholders e aquelas que o conseguirem fazer têm maiores probabilidades de sucesso. O facto de o relatório também mostrar que estas preocupações são partilhadas por líderes empresariais globais é um sinal positivo, uma vez que indica que a necessidade de mudança é compreendida por pessoas numa forte posição para influenciar a agenda do futuro.”