Ataque de ransomware chega à Eletronuclear

Segurança

A área administrativa foi a mais atingida pelo ataque que, ainda assim, não impactou as usinas da companhia.

A Eletrobras, holding que coordena todas empresas do setor elétrico brasileiro, referiu que a Eletronuclear, sua subsidiária que opera e constrói usinas termonucleares, foi alvo de ataque de ransomware.

O problema terá atingido a área administrativa que, afiança a companhia, não se conecta com os sistemas das usinas nucleares de Angra 1 e Angra 2. Uma opção tida por razões de segurança.

“O incidente não trouxe impactos para a segurança nem para o funcionamento da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto”, diz a empresa.

Ainda assim, a Eletronuclear precisou suspender temporariamente o funcionamento de alguns dos seus sistemas administrativos.

Seguidamente, avançaram que a equipe da Eletronuclear, em conjunto com a do Serviço Gerenciado de Segurança (MSS), teria contido os efeitos do ataque.

“O vírus foi isolado e uma minuciosa verificação dos ativos segue”, informou a Eletrobras.

Criada em 1997, a Eletronuclear é a única empresa no Brasil a produzir eletricidade a partir de fonte nuclear.

Ela opera as usinas Angra 1 e Angra 2, que produzem qualquer coisa como 40% de toda a energia consumida no estado do Rio de Janeiro.

Read also :