LinkedIn procura freelancers

EmpregoGestão

O novo serviço de Marketplaces vem permitir a intermediação e contratação de profissionais autônomos.

O LinkedIn está criando um seu novo serviço de Marketplaces.

Trata-se da oportunidade de intermediar a contratação de profissionais autônomos, conhecidos como freelancers.

A informação surgiu no site The Information, citando fontes internas.

O Marketplaces deve ser lançado até setembro próximo e visa ajudar a contratar profissionais em nichos como desenvolvimento de software e contadores,

Para poder apresentar esta nova oferta, a Microsoft vai pagou cerca de US$ 26,2 bilhões pelo LinkedIn em 2016.

A rede social tem hoje 740 milhões de usuários e gerou uma receita de US$ 8,8 bilhões em 2020, uma alta de 20% frente a 2019.

Em uma nota enviada ao The Information, a rede social afirmou ter sentido um aumento do número de usuários que colocaram o aviso “open for business” nos seus perfis, um sinal de que muitos negócios decorrem já naquela plataforma.

Diz o The Information, que as funcionalidades do novo Marketplaces incluem comparar preços, divulgar propostas de trabalho e dar nota para os prestadores de serviço.