Telecom podem pagar R$ 2,5 BI decide Anatel

5GMobilidade

Será a mesma entidade a distribuir os Kits das TVs por parabólica e a gerir os recursos da rede privativa do governo e da Amazônia.

O conselho diretor da Anatel aprovou o edital de licitação das frequências de 5G – 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz.

O documento apresenta modificações face à proposta do relator apresentada no início do mês.

Entre as decisões tomadas está a possibilidade de as operadores ficarem obrigadas a construção da rede da Amazônia e da rede privativa do governo, algo que tinha já sido estipulado pelo Ministério das Comunicações.

Leonardo de Morais, presidente de Anatel, havia proposto que o custo da construção dessas duas redes teria que ser repassado para a venda de todas as frequências.

Recorde que o valor a ser gasto com essas duas redes – por estimativa do Ministério das Comunicações – seria de R$ 1,5 bilhão para a banda larga da Amazônia e outro R$ 1 bilhão para a rede privativa do governo.

As empresas privadas apresentam várias preocupações com uma possível ilegalidade de se vincularem à construção de uma rede própria para o governo federal.

Elas querem apenas fazer o desembolso dos recursos, sem ter de gerir os contratos.

Read also :