LG encerra fábrica no Brasil

MobilidadeSmartphones

A LG Eletronics anunciou que vai deixar o mercado de smartphones até ao próximo mês de julho e os primeiros impactos já se sentem.

A LG Eletronics anunciou que vai deixar o mercado de smartphones até ao próximo mês de julho e os primeiros impactos já se sentem.

A marca sul-coreana comunicou, em nota enviada à imprensa, que pretende encerrar as atividades voltadas para a fabricação de smartphones e todos os celulares em sua unidade localizada em Taubaté, no interior de São Paulo.

“Ao longo dos anos a LG Electronics do Brasil LTDA. tem feito vários esforços para garantir a continuidade dos negócios. No entanto, com a crescente competitividade global, bem como em razão dos prejuízos acumulados no segmento de smartphones de 23 trimestres consecutivos e perdas operacionais acumuladas, a empresa decidiu encerrar suas atividades de celulares globalmente, o que resultará no encerramento desta produção na unidade de Taubaté/SP”, pode ler-se em nota ao mercado.

A fábrica que vai encerrar deve empregar em torno de 1,4 mil funcionários, 400 dos quais ligados diretamente à fabricação de smartphones.

A unidade no interior de São Paulo não será a unica fábrica afetada já que outras fornecedoras da LG como Sun Tech, Blue Tech e 3C, que contam com 430 trabalhadores especializados na fabricação de componentes para celulares do fabricante vão ter agora também de dispensar seus funcionários.

Melhores notícias para a unidade da LG em Manaus, no Amazonas, que não deverá ser afetada pelos cortes já que suas atividades não envolvem a fabricação de celulares.

Ainda de acordo com a nota, a LG informa que já iniciou negociações com o sindicato da categoria, tentando assim diminuir os efeitos do encerramento da divisão na unidade de Taubaté.

Read also :