Cellebrite indisponível para iPhone

Mobilidade

A ferramenta é dividida em duas partes: o UFED, responsável por quebrar a segurança do aparelho e o Physical Analyzer, que processa os dados em busca de evidências. 

O Cellebrite, aplicativo israelense, não vai mais funcionar em iPhones.

A notícia foi avançada nestes últimos dias, depois de o cofundador do Signal e especialista em segurança, Moxie Marlinspike, ter publicado uma análise de falhas de segurança da ferramenta.

A informação, avançada pelo 9to5Mac, assegura que os smartphones da Apple não suportarão mais o app.

Recorde que a empresa israelense não fornece apenas os softwares, mas também hardwares que permitem aos usuários invadir os smartphones e extrair os dados, também analisados pelo cofundador do Signal.

Estes dados podem depois vir a ser usados por “governos autoritários na Bielorrússia, Rússia, Venezuela e China, por esquadrões da morte e por regimes opressores”, disse Marlinspike.

Em resposta, a Cellebrite atualizou o software para terminar com todas as brechas.

A ferramenta é dividida em duas partes: o UFED, responsável por quebrar a segurança do aparelho e o Physical Analyzer, que processa os dados em busca de evidências.

Read also :