Compass Minerals investe em virtualização e hiperconvergência

CloudVirtualização

Processo de implementação conduzido pela SoftwareONE tem como objetivo garantir melhor performance, flexibilização e segurança dos dados da companhia.

Compass Minerals, por meio de parceria com a SoftwareONE anunciou a ampliação de investimentos em tecnologia de virtualização para a modernização de data center e hiperconvergência.

O projeto sem foco na performance, inovação, flexibilização e segurança de dados e teve um investimento de R$ 1,5 milhão.

O trabalho foi integralmente conduzido pela SoftwareONE, que ficou responsável pelo processo de implementação da solução de virtualização com a VMware, contemplando, além da matriz, as principais filiais da empresa, em Recife e São Paulo.

A atuar no mercado de desenvolvimento de soluções para nutrição e fisiologia de plantas e animais, a Compass Minerals também é destaque no setor de tratamento de águas, cloro, soda e insumos químicos para processos industriais.

Com um escopo de trabalho volumoso, a empresa conta com diversas filiais para garantir o desenvolvimento do negócio, “o que exige ferramentas atualizadas e tecnologia de ponta”.

Neste contexto, os recursos que a empresa possuía, até então, “não eram suficientes para suprir as necessidades do negócio”, conforme explica Dennys Vieira, Solution Sales Specialist da SoftwareONE.

“A Compass Minerals contava com algumas ferramentas muito limitadas tecnicamente e que impactavam diretamente o negócio. Se acontecesse algum imprevisto e precisassem recuperar algum dado rapidamente, não seria possível devido aos poucos recursos que possuíam”, explicou ainda Vieira.

Primeiros impactos da implementação da tecnologia de virtualização

De acordo com Vinicius Ribeiro, Gerente de TI da Compass Minerals, a SoftwareONE teve “papel fundamental” no desenvolvimento do projeto, que, além da atualização do Data Center, contou com a modernização e aplicação da hiperconvergência e substituição da virtualização.

“Neste contexto, a SoftwareONE foi essencial naquilo que se refere a entender qual a ideia em termos de modernização, de arquitetura e desenvolvimento de workload, além de realizar todo o estudo de métricas de performance, volume, quantidade de licenças e distribuição geográfica para a implementação da solução de hiperconvergência e a substituição da ferramenta de virtualização da empresa”, comenta o executivo.

Os benefícios desta atualização tecnológica já são visíveis, principalmente, em relação à performance dos equipamentos e da equipe, como conta Vinicius: “O que ficou muito claro desde o início são as melhorias em relação à performance de todos nossos servidores e todas nossas aplicações. O gerenciamento de recursos de hardware que temos hoje é muito mais otimizado e utilizado e a experiência com a ferramenta é muito mais forte, o que proporciona diversos recursos e tipos de estratégias que podemos adotar em nosso ambiente”.

Além disso, Vinicius garante que a curva de aprendizado “foi muito rápida” para o VMware e que o empenho da equipe e a facilidade de aprendizado em relação à ferramenta “foram grandes diferenciais”.

Para Dennys, um dos pontos positivos percebidos imediatamente “foi a redução dos servidores, entregando o mesmo desempenho e com sobra de recursos”.

Assim, “inicialmente, tínhamos um cenário com seis servidores responsáveis pelo suporte do workload. Com este novo ambiente, conseguimos reduzir para quatro e redistribuir essas ferramentas para as outras filiais da empresa, aproveitando o investimento, garantindo excelente desempenho para a carga de trabalho e, ainda, possibilitando o crescimento para demandas que possam surgir”, pontua o mesmo responsável.

Todo o processo de atualização digital da Compass Minerals contou com três etapas divididas pontualmente para o procedimento exato em cada uma destas fases: licenciamento, hardware e implementação do VMware.

O volume de usuários beneficiados pela atualização da ferramenta é de aproximadamente 1,2 mil e o impacto da implementação da virtualização pelo VMware pode ser sentido em todos os ambientes da empresa, conforme explica Vinicius: “O impacto é geral. Podemos trabalhar a base inteira com a solução, em todos os ambientes, sejam remotos ou presenciais.”

Soluções inteligentes para o futuro

Para Dennys, existem inúmeras possibilidades de expansão do projeto e o momento é de analisar as features e as soluções que podem ser utilizadas futuramente.

“Existem várias possibilidades de configurações na ferramenta”, como updates. No passado, as prioridades eram modernizar e flexibilizar o ambiente, trazendo mais agilidade e segurança para o negócio. Com a aplicação desta nova tecnologia, “a empresa precisa sentir e entender quais as verticais que devem ser priorizadas para que possamos entregar soluções inteligentes para o negócio”, finaliza Dennys.