Administração americana acusa China de ataque cibernético contra Microsoft

Segurança

O comunicado diz que foram expostas mais de 50 táticas usadas por hackers supostamente afiliados a Pequim.

As Agências de inteligência dos EUA lançaram um novo alerta acusando a China de atividades cibernéticas maliciosas contra a Microsoft.

O comunicado diz que foram expostas mais de 50 táticas usadas por hackers supostamente afiliados a Pequim.

“A Agência de Segurança Nacional (NSA), a Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura dos EUA (CISA, na sigla em inglês) e o FBI consideram que a atividade cibernética maliciosa patrocinada pelo Estado da República Popular da China é a principal ameaça para os ativos dos EUA e de seus aliados no ciberespaço”, lê-se no comunicado.

O alerta vem falar em táticas e técnicas que terão sido usadas por agentes patrocinados pelo Estado chinês.

Diz o mesmo alerta que “agentes cibernéticos patrocinados pelo Estado chinês analisam constantemente as redes-alvo em busca de vulnerabilidades críticas” sendo que, “esses agentes cibernéticos buscam explorar vulnerabilidades em aplicativos importantes, tais como Pulse Secure, Apache, F5 Big-IP, e produtos da Microsoft”.

Read also :