PCs: remessas mantêm valores

EscritórioPC

Diz a IDC que, mesmo com um crescimento na percentagem, os valores não tiverem margem de aumento significativa.

As remessas globais de PCs ficaram estáveis durante o segundo trimestre do ano, segundo dados da IDC.

No período em análise, as remessas somaram 83,6 milhões de unidades, ou seja, tiveram um crescimento de 13,2% em relação ao segundo trimestre de 2020. Mas, apesar disso, a consultoria aponta que as tendências de compra do consumidor começaram a diminuir após explosão de vendas no início da pandemia.

Está dizendo a IDC que a a estabilidade das remessas globais de PCs se fica a dever ao fato de a cadeia de suprimentos relacionada à pandemia e a escassez de componentes alimentarem a demanda.

Assim sendo, as remessas de desktops, notebooks e estações de trabalho cresceram 13,2% no segundo trimestre do ano, o que indica uma percentagem menor do que o crescimento de 55,9% do último trimestre.

Read also :