Azure e Oracle Cloud no Brasil avançam para interconexão

Cloud

Parceria de interconexão permite a expansão de serviços para clientes brasileiros corporativos a partir de rede dedicada de baixa latência e amplia possibilidades multicloud.

A Microsoft e a Oracle anunciaram um novo passo na parceria global entre as empresas com a interconexão entre seus serviços de nuvem no Brasil, Azure e Oracle Cloud Infrastructure (OCI).

A parceria permite aos clientes migrarem suas operações e executar cargas de trabalho de missão crítica em um ambiente dedicado de baixa latência e possibilita a implementação de estratégias multicloud pelas empresas.

além de otimizar a migração e a criação de aplicativos a partir de ampla disponibilização de recursos e ferramentas.

Localizada em Vinhedo (SP), a região de interconexão é a oitava entre os serviços de nuvens no mundo desde o anúncio da aliança entre as empresas de tecnologia em 2019.

“Com a solução de interconexão, os clientes Microsoft e Oracle podem se beneficiar de um ambiente multicloud com baixíssima latência, comunicação segura, privada e sem custos adicionais de transferência de dados. Isso permite aos nossos clientes distribuir seus workloads aproveitando o melhor de cada provedor.”, comenta Marcos Pupo, vice-presidente sênior Tech Cloud, da Oracle América Latina.

Ainda, as companhias usuárias dos serviços têm suporte colaborativo, recebendo, então, consultoria e atendimento de ambas as empresas.

De acordo com Mariana Hatsumura, diretora de Azure na Microsoft Brasil, a interconexão permitirá a aceleração da inovação no País: “A inovação é nosso mote para empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a alcançar mais e a parceria com a Oracle nos possibilita entregar aos nossos clientes uma migração de aplicativos sem a necessidade de redesenhar soluções ou comprometimento de desempenho, por exemplo.”

Atualmente, a TIM Brasil já está se beneficiando da conexão entre os dois serviços de nuvem.

Conforme anunciado em março deste ano, a empresa de telecomunicações “é a pioneira na migração de 100% de sua infraestrutura em nuvem para um ambiente multicloud”.

Com a mudança, a TIM pretende iniciar uma “jornada de digitalização que vai beneficiar processos de atendimento ao cliente, operações internas, faturamento, arrecadação e gestão de plataformas digitais com rapidez, escalabilidade e segurança”.

Read also :