TSE reforça transparência e auditabilidade das urnas eletrônicas

ProjetosSetor Público

Foram anunciadas uma série de medidas que  ajudam a fortalecer ainda mais a tecnologia e reforçam a transparência.

No Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso falou da necessidade de garantir a confiabilidade das urnas eletrônicas e do sistema de votação eletrônica que é já usado em todo o Brasil.

Foram assim anunciadas uma série de medidas que  ajudam a fortalecer ainda mais a tecnologia, tornando-a mais transparente.

Entre as ações em causa está a abertura dos códigos-fonte usados nas urnas para todos os partidos e técnicos das legendas a partir do dia 1º de outubro.

Assim  adianta-se em seis meses o prazo legal estipulado e todas as siglas vão ter um ano para avaliar os softwares e garantir que não há alterações que deixem viciar resultados.

Read also :