Assinatura gratuita pelo gov.br já gera economia de R$ 50 milhões no ano para o cidadão

Projetos

A quantidade de acessos mensais à solução do Ministério da Economia cresceu 45 vezes no período de janeiro a agosto.

Desde o começo do ano, os cidadãos em nosso país “já pouparam R$ 50 milhões ao deixar de ir ao cartório ou a algum outro órgão público”, anunciou o Governo Federal.

Isso porque, em vez de papel, caneta e carimbo, “usaram a assinatura digital e gratuita do gov.br”.

A utilização mensal do serviço cresceu 45 vezes no período de oito meses. Em janeiro, haviam sido 13,2 mil assinaturas. Em agosto, chegaram a 606,1 mil.

O desempenho crescente no uso da assinatura digital é creditado especialmente à integração das Juntas Comerciais ao gov.br – é nelas que o cidadão abre e realiza quaisquer alterações nos registros de empresas.

Nas últimas semanas, a Junta Comercial de São Paulo, onde funciona o primeiro Balcão Único do país, e a Carteira Digital de Trânsito começaram a utilizar a assinatura do gov.br.

A expectativa é de que “um contingente ainda maior de pessoas a cada mês possa se beneficiar a partir do uso em mais serviços”.,

Pela Carteira Digital de Trânsito, agora pode ser realizada a transferência de veículos do cidadão para estabelecimentos comerciais.

No caso das Juntas Comerciais, das 27 existentes, “21 já estão simplificando e facilitando a vida dos empreendedores com o gov.br”.

Com a utilização gratuita da assinatura pelo gov.br, cada sócio de uma empresa”deixa de gastar entre R$ 100 e R$ 500 com certificado digital” – o valor varia conforme o período de validade escolhido.