Brasileiro vence Prêmio Jovem Inovador do BRICS

InovaçãoInvestigação

Iniciativa do grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul tem o apoio do MCTI.

Um brasileiro foi o vencedor do Young Innovator Prize (Prêmio Jovem Inovador) oferecido pelo 6º Fórum de Jovens Cientistas do BRICS, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O contemplado, João Pedro Novochadlo, de 29 anos, apresentou a startup Veever, um aplicativo mobile que utiliza tecnologia de microlocalização e inteligência artificial para facilitar a interação e locomoção de pessoas com deficiência visual em ambientes internos e externos.

“Como minha temática é sobre acessibilidade e inclusão, fiquei muito surpreso e ao mesmo tempo muito feliz em ver que um projeto voltado para isso, para inclusão de pessoas com deficiência acabou se sagrando vencedor. Isso é um bom sinal de que, de fato, o mundo está pensando nisso, que a acessibilidade e inclusão não é opção, isso precisa ser mandatório”, destacou Novochadlo que recebeu o prêmio no valor de US$ 25 mil.

A delegação brasileira, chefiada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), foi composta por 19 jovens cientistas selecionados com o apoio da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

O Fórum de Jovens Cientistas do BRICS tem o objetivo de promover o intercâmbio de conhecimento e boas práticas entre jovens pesquisadores dos países que integram o grupo.

Os brasileiros participam com projetos nas áreas de cuidados da saúde, soluções em energia e sistemas ciber-físicos.

Neste ano, o evento foi organizado pelo Departamento de Ciência e Tecnologia da Índia, na cidade de Bengaluru, mas por conta do coronavírus, ocorreu de forma virtual.