Imovelweb anuncia oferta dos primeiros imóveis digitalizados do Brasil

Cloude-Marketinge-Payment

Com a utilização de blockchain, o objetivo é tornar o processo de compra mais simples e seguro, além de democratizar o acesso à casa própria.

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, acaba de fechar uma parceria com a empresa gaúcha netspaces, PropLegalTech que já digitalizou 30 propriedades de clientes em Porto Alegre (RS) e está disponibilizando 16 para comercialização por blockchain via plataforma Imovelweb.

“Investimentos na transformação digital e esta parceria reforçam o nosso posicionamento como um hub de soluções imobiliárias digitais com serviços financeiros. Ao nos unirmos à netspaces nesta iniciativa, queremos que os corretores e imobiliárias ofereçam aos seus clientes uma nova forma de aquisição do imóvel“, disse Tiago Galdino, CFO do Imovelweb.

Por esta modalidade, os compradores parciais recebem parte do seu bem garantido em formato de propriedade digital, escolhem o fluxo de pagamento e podem decidir entre morar ou alugar através de imobiliárias, pagando de aluguel apenas o valor referente ao saldo das parcelas pendentes.

Atualmente, o valor médio de cada propriedade digital oferecida pela netspaces gira em torno de R$ 600 mil.

A proposta inicial é que os interessados adquiram apenas 20% do imóvel (cerca de R$ 120 mil), podendo, daqui um ano, comprar mais uma parte ou todo o resto: “Neste início colocamos algumas regras para mostrar ao mercado como a tecnologia Blockchain e a tokenização funcionam. O objetivo é educar mesmo..”

“Embora o projeto piloto aconteça em Porto Alegre, nossa expectativa é estender a oferta de propriedades digitais para outras regiões do Brasil no primeiro semestre de 2022. Dessa forma, ajudamos a democratizar o acesso à propriedade privada, proporcionando àqueles que não têm o perfil de crédito padrão para aprovação de financiamentos a oportunidade de adquirir um imóvel sem comprovação de renda e com parcelas flexíveis”, destaca Leonardo Paz, CEO do Imovelweb.

Caso em um ano o proprietário consiga juntar R$ 100 mil, por exemplo, ele pode transferir o valor por PIX para amortizar o saldo a pagar pela integralidade do imóvel.

Atualmente, a tokenização está se estabelecendo como uma grande tendência em diferentes setores. Embora tenha se tornado mais popular na comercialização de obras de arte, segmentos como de imóveis, pedras preciosas e de ativos naturais estão sendo radicalmente transformados pelo Blockchain.

Read also :