Archives

Novo presidente da Nintendo assume o cargo esta semana

Tatsumi Kimishima, antigo diretor das operações da Nintendo nos EUA, assume a presidência da empresa japonesa, sucedendo ao falecido Satoru Iwata. O novo líder terá como funções levar a Nintendo até ao mercado dos smartphones e comandar o desenvolvimento de uma nova consola.

Samsung quer reduzir despesas e funcionários

A imprensa sul-coreana revelou que a Samsung planeja despedir 10 por cento de seus times de apoio em sua sede em Seoul. Antevendo quebras no mercado dos smartphones, a fabricante pretende também reduzir as despesas em 50 por cento no próximo ano. A Samsung não confirmou nem negou essas informações.

FIA abre curso de especialização em Big Data e Hadoop

Com o objetivo de suprir a carência de profissionais com domínio em análises de dados, a Fundação Instituto de Administração (FIA) abriu curso de especialização em Big Data. O programa foi desenvolvido em parceria com a Cloudera, distribuidora da plataforma de código aberto Hadoop. A primeira turma começa em abril de 2016 e as inscrições podem ser feita pelo site da FIA.

Dilma sanciona lei que reduz desoneração da folha de pagamento de TI

A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que revê a desoneração na folha de pagamento concedida a 56 setores da economia e aumenta as alíquotas incidentes sobre a receita bruta das empresas, incluindo as de Tecnologia da Informação. A sanção e o veto estão publicados em edição extra do Diário Oficial da União, desta terça-feira (01/09).

Apple faz progressos na contratação de mulheres e minorias

A Apple é mais uma empresa tecnológica a divulgar seu Relatório de Diversidade anual e a mostrar que tem estado atenta à importância de aumentar a diversidade de sua força de trabalho. Mas também reconhece que ainda há um longo caminho a percorrer até atingir uma estrutura de trabalhadores verdadeiramente heterogênea.

Intel segue para diversificar força de trabalho

A Intel, a maior fabricante de chips do mundo, propôs aumentar a diversidade da sua força de trabalho. A empresa anuncia agora que está a contratar trabalhadores de minorias sub-representadas a um ritmo mais elevado do que aquele que tinha inicialmente planeado.

HTC vai despedir 2.300 funcionários

Confirma-se agora que a companhia taiwanesa vai mesmo reduzir a sua força de trabalho. Esta decisão surge depois de a empresa ter registado uma quebra de quase 50 por cento nas receitas trimestrais e de ver a sua marca, fábricas e edifícios perderem valor.

Yahoo pode estar abandonando presença na China

O escritório do Yahoo, em Pequim, será encerrado e, com ele, centenas de trabalhadores estão em risco de ficarem sem emprego. Este era o único centro da empresa, na China, e, sem ele, a presença do Yahoo, neste país, resume-se aos serviços controlados pela Alibaba.  A gestão dos serviços do Yahoo, na China, está a

Cisco: circulam rumores de novas demissões

Nada está confirmado a nível oficial mas o site Business Insider noticia uma possível repetição do que aconteceu no ano passado, precisamente em agosto, quando a líder mundial em soluções de rede anunciou que, apesar dos resultados melhores do que o esperado, iria cortar 4.000 postos de trabalho, quase cinco por cento da sua força

Target corta 475 empregos nos EUA

A Target está cortando 475 empregos em seus escritórios em Minnesota, nos Estados Unidos. A varejista emprega cerca de 14 mil funcionários, na sua sede e escritórios em Minnesota. A notícia surge algumas semana após a empresa anunciar os fracos resultados da temporada de fim de ano. Logo no começo de 2014, a varejista cortou a

Telefônica tcheca vai cortar dez por cento dos funcionários

A Telefônica Tcheca planeja demitir cerca de dez por cento de seu quadro de funcionários em 2014. A empresa anunciou a medida através de comunicado, dizendo que a medida faz parte de uma reestruturação em curso. No final de setembro do ano passado, a companhia contava com 5622 trabalhadores. Este número já tinha sido reduzido

Intel prevê redução de funcionários em cinco por cento

A Intel anunciou a intenção de reduzir em cinco por cento os seus trabalhadores este ano, enquanto altera o foco de negócio dos computadores fixos para os dispositivos móveis. Depois da companhia norte-americana ter anunciado perdas de 13 por cento nos lucros no ano passado, eis que surge mais uma má notícia: o despedimento de

HP cortará 1.124 empregos no Reino Unido

A Hewlett-Packard cortará 1.124 postos de trabalho na Grã-Bretanha no começo do ano que vem, disse o sindicato Unite nesta quarta-feira. O Unite disse que participou de uma reunião na qual os gerentes estavam delineando seus planos para cortar empregos nas instalações do grupo em Bracknell, Sheffield e Warrington nos primeiros três meses de 2014.