Coca-Cola tem ou tinha cocaína, como disse Elon Musk?

O bilionário americano Elon Musk , cuja a iminente aquisição do Twitter dominou as manchetes de tecnologia esta semana, é conhecido por fazer tweets irônicos regulares. O empresário postou um de seus tweets que ele poderia comprar a marca Coca-Cola.

publicidade
(Imagem: Pixabay)

O megalomaníaco dono da Tesla e da SpaceX brincou com rumores de que pode comprar mais grandes empresas e em seguida se referiu a um boato popular sobre seus ingredientes originais.

Next I’m buying Coca-Cola to put the cocaine back in

— Elon Musk (@elonmusk) April 28, 2022 61749016577
publicidade

“Vou comprar a Coca-Cola da próxima vez para colocar cocaína de volta nela”, escreveu.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tinha cocaína na Coca-Cola?

De certa forma, sim. O refrigerante popular foi inventado em 1885 por John Pemberton, um farmacêutico de Atlanta, Geórgia. O pesquisador fez a fórmula original da Coca-Cola em seu quintal. A fórmula original continha a substância, de acordo com o Instituto Nacional de Abuso de Drogas (em inglês), um portal do governo dos EUA.

Em sua fórmula, Pemberton usou a extração da folha de coca, que é a forma bruta da cocaína. A fórmula também continha noz de cola (que contém cafeína, outro estimulante). O nome Coca-Cola (coca-kola) foi assim inspirado nestes dois elementos principais.

Na época da invenção da Coca-Cola, a cocaína era legal nos EUA e era usada como ingrediente comum em medicamentos. Inicialmente, Pemberton comercializou seu produto como um medicamento – um ‘tônico cerebral e bebida intelectual’ que curava dores de cabeça, dores de estômago e fadiga.

publicidade

Como não havia regulamentos sobre medicamentos no século 19 como hoje, muitos conseguiram adicionar ingredientes viciantes aos seus produtos e marcá-los como tendo benefícios para a saúde.

Então, a cocaína foi removida da Coca-Cola?

Gradualmente sim. Por volta de 1891, alguns americanos se manifestaram contra o uso de ingredientes viciantes em medicamentos patenteados. A partir daí, os fabricantes reduziram gradativamente o conteúdo desses ingredientes em seus produtos.

A Coca-Cola também obedeceu. O teor de cocaína em sua fórmula foi reduzido ao longo do tempo e foi finalmente removido completamente em 1929.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar