Uber demite funcionários após mais de 200 reclamações de mau comportamento

Sete colaboradores da empresa também teriam recebido advertências formais sobre comportamento inadequado dentro da empresa e outras 31 estariam passando por treinamentos especiais.

publicidade

As investigações, que culminaram nessa iniciativa de reestruturação interna, começaram depois da ex-engenheira da Uber, Susan Fowler, afirmar ter sido vítima de abuso sexual praticado por um supervisor – e, na época, o departamento de recursos humanos teria ignorado suas reclamações.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar