IBM lança desafio para incentivar canais a desenvolverem projetos cognitivos

CloudEmpresasInovaçãoNegócios

A tecnológica está sediando a primeira edição do Watson Build, desafio para parceiros comerciais filiados ao IBM PartnerWorld. Dois finalistas do Brasil foram selecionados para a fase final do desafio que acontece em Nova York, em novembro deste ano.

O objetivo da IBM é incentivar parceiros a propor, desenvolver e lançar novas soluções com tecnologias cognitivas. O projeto foi um sucesso e recebeu mais de 1.300 parceiros inscritos da Ásia Oriental, Ásia Ocidental, Europa, Japão, África, América Latina e América do Norte.

Os filiados recebem acesso às aplicações do Watson, plataforma de inteligência artificial na nuvem da IBM, bem como orientação pessoal de mentores, treinamento técnico extensivo e suporte técnico para utilizar os serviços cognitivos da IBM. 

No Brasil, 26 projetos foram cadastrados e oito passaram para a fase de seleção. A avaliação dos participantes foi feita por especialistas da IBM e da Startup Farm,  commbase nos seguintes requisitos: ser um projeto inovador, contar com tecnologias cognitivas, resolver problemas reais de mercado e ser replicável em larga escala.

Os 8 selecionados passaram por um estágio de desenvolvimento de ideias, que contou com o apoio e mentoria de especialistas da IBM. Destes, dois foram selecionados para a última fase, um painel mundial que será realizado em Nova York, no dia 2 de novembro.

BuscaLegal, uma plataforma online para classificação fiscal de produtos NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) é uma das finalistas. Só no Brasil são mais de 10 mil códigos e qualquer equivoco pode colocar a empresa em risco fiscal ou gerar penalidades. Usando computação cognitiva, o BuscaLegal auxilia na identificação do código para determinar a classificação correta de um produto. Analisando um grande volume de informações (dados de mais de 20 fontes diferentes), o Watson Explorer apresenta combinações e resultados ponderados, classificando a mercadoria de acordo com o NCM mais adequado.

O Agrotec é o segundo projeto finalista que consiste em um aplicativo para pequenos e médios agricultores que se concentra no diagnóstico e tratamento de plantas com a saúde comprometida. Com esse app, os usuários poderão usar reconhecimento visual para detectar problemas no agronegócio enquanto estiverem no campo e obter uma resposta em tempo real, além de oferecer informações e contato com o agrônomo responsável. 

“Por meio do Watson Build a IBM espera incentivar os parceiros comerciais a usarem métodos ágeis para desenvolver ideias inovadoras usando inteligência artificial. A competição tem sido um importante catalisador de inovação para a IBM, que tem ajudado o mercado a se preparar para a nova era cognitiva”, afirma Marcela Vairo, Diretora de Canais da IBM Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor