IBM, USP e FAPESP juntas na inteligência artificial

Inovação

As primeiras cinco frentes de estudo serão relacionadas com saúde, meio ambiente, cadeia de produção de alimentos, língua portuguesa e futuro do trabalho.

A IBM, a Universidade de São Paulo (USP) e a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) deram início às atividades do Centro de Inteligência Artificial (C4AI), dedicado ao desenvolvimento de estudos e à pesquisa de ponta em IA para endereçar temas de grande impacto social e econômico.

O novo centro terá sede no prédio do Centro de Pesquisa e Inovação InovaUSP, localizado no campus da USP em São Paulo.

O C4AI terá foco inicial em cinco grandes desafios relacionados à saúde, meio ambiente, cadeia de produção de alimentos, futuro do trabalho e no desenvolvimento de tecnologias de Processamento de Linguagem Natural em Português.

O Centro contará também com uma segunda unidade para capacitar estudantes e profissionais, disseminando conhecimento e transferindo os benefícios da tecnologia para a sociedade. Este local será instalado no Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação (ICMC), no campus da USP em São Carlos.

“À medida que tecnologias como inteligência artificial e nuvem híbrida habilitam a transformação das empresas e da sociedade, vemos uma objetiva oportunidade de expandir seu estudo e aplicação em segmentos relevantes para o país”, explicou Tonny Martins, Gerente Geral da IBM Brasil.

Já o o pró-reitor de Pesquisa da USP, Sylvio Canuto destaca que “esta é a realização de um projeto estratégico da Universidade de São Paulo, que considera a área de Inteligência Artificial obrigatória para acompanhar e participar dos desenvolvimentos que dominarão, com suas múltiplas aplicações, a sociedade moderna”.

O diretor científico da FAPESP, Luiz Eugênio Mello, conta que, “neste momento de intenso combate contra a covid, estamos tendo análises de milhares de moléculas, análises teóricas de potenciais vacinas, análises de centenas de milhões de dados, tudo com o apoio de IA, gerando mais efetividade e diminuindo o tempo para soluções corretas”.

Read also :