América do Sul, Oceania e Ásia ligadas por cabo submarino

OperadorasRedes

O Puerta Digital Asia Sudamérica, é um cabo de fibra óptica que sairá de Valparaíso, uma cidade da costa chilena.

A construção de um cabo submarino Transpacífico juntou num acordo recente Alberto Fernandéz, presidente da Argentina e Sebastian Piñera, presidente do Chile.

“Este acordo nos permitirá fazer conjuntamente a construção de um cabo óptico submarino que ligará Chile, Argentina e América do Sul a Austrália, Nova Zelândia e Ásia”, explicou Piñera em entrevista coletiva.

O “Puerta Digital Asia Sudamérica”, é um cabo de fibra óptica que sairá de Valparaíso, uma cidade da costa chilena.

Todo o projeto é da responsabilidade de Arsat, companhia estatal argentina de telecomunicações.

Em nota de imprensa, o governo argentino lembrou que o intuito é dar acesso digital aos países sul-americanos, tendo o Brasil como principal mercado, e a países da Ásia-Pacífico sem passar pelos Estados Unidos ou pela Europa.

Recorde que no dia 14 de dezembro do ano passado, um cabo submarino de fibra óptica foi ancorado na Praia do Futuro, em Fortaleza para ligar a cidade cearense a Sines, em Portugal e permitir o tráfego de dados de 72 terabits por segundo e latência de 60 milissegundos.

Read also :