Acionistas da Samsung exigem “a cabeça” de executivo após problemas

Há pouco tempo, a Samsung reestruturou seus negócios integrando sua Divisão de Smartphones com a Samsung ElectronicsIsso culminou com que sua divisão de smartphones fosse parar no comando de TM Roh, uma personalidade extravagante que frequentemente aparece nos eventos de lançamento da marca. 

publicidade
Imagem: Divulgação / Samsung

De acordo com o Gamingsym, a recente reviravolta dos acontecimentos pelo qual a empresa passou pode desencadear em mais uma reestruturação corporativa na marca sul coreana. A Samsung teve mais do que sua parcela de controvérsias nos últimos tempos.

O recente desastre do GOS, em que o desempenho de vários jogos ficaram abaixo do esperado de propósito pela empresa sem comunicar ao usuário, combinado com a violação de 190 GB de dados confidenciais vazados pelo grupo de hackers conhecido por Labsus, deixaram os acionistas atordoados. 

publicidade

Muitos não estão convencidos das habilidades de liderança de TM Roh e iniciaram uma petição online exigindo uma nova eleição.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Acionistas da Samsung exigem "a cabeça" de executivo após problemas recentes
Imagem: Babak | Unsplash

A Samsung está realizando uma atividade de votação eletrônica online antes da assembleia geral de acionistas deste ano, que será realizada em 16 de março.

publicidade

Os investidores encontram-se, sobretudo, preocupados com a possibilidade de que estes problemas venham a causar um mau impacto sobre a imagem da empresa.

Samsung: Uma avalanche de problemas

Devido à limitação de aplicativos, por exemplo o Geekbench excluiu os smartphones das séries Galaxy S22, Galaxy S21, Galaxy S20 e Galaxy S10 de sua plataforma de medição de desempenho (benchmark). Esta é a primeira vez que a Samsung recebe o mesmo tratamento que os fornecedores chineses.

Embora a marca tenha divulgado uma declaração oficial sobre a limitação do GOS, a resposta genérica pouco fez para reprimir a raiva de fãs e entusiastas, que acreditam que a fabricante mentiu sobre o verdadeiro potencial de desempenho de seus smartphones. 

As intenções da Samsung podem não ter sido maliciosas, mas a avaliação é que é inaceitável deliberadamente atrapalhar seus dispositivos em nome da eficiência de energia sem deixar claro ao consumidor na hora da compra.

publicidade

Para piorar a situação, os dados roubados dos servidores ainda estão disponíveis online. 

Com informações em mãos sobre o código-fonte do Galaxy, não só a marca está exposta, mas também os usuários (com o código em mãos, agentes mal-intencionados podem desenvolver novas maneiras de contornar a segurança dos dispositivos).

Resta saber se uma mudança no gerenciamento de alto nível irá melhorar ou não a situação. 

TM Roh ainda não se pronunciou oficialmente, o que deixa mais claro que essa será uma reestruturação interna longe da imprensa no geral.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar